PUBLICIDADE
Notícias

Pelo menos cinco escolas são alvos de ataques em dois dias no Ceará

Os atentados ocorreram nos municípios de Quixadá, Ibaretama, Caucaia e Itarema, entre segunda, 21, e terça-feira, 22

11:00 | 22/01/2019
Geladeira queimada caída no chão
Geladeira queimada caída no chão
[FOTO1]Pelo menos cinco escolas no Ceará foram alvos de ataques criminosos entre segunda, 21, e terça-feira, 22, durante a onda de violência que já dura 21 dias no Estado. Em Quixadá, no Sertão Central, o alvo foi a escola João Araújo Torres, na localidade de Junco.

Segundo um morador da região, seis homens foram responsáveis pelo crime cometido durante a madrugada desta terça, ateando fogo contra a escola após renderem vigilante. Os suspeitos fugiram.

Em Ibaretama (a 145 km da Capital), outro incêndio foi confirmado, na escola Estevão de Souza Freire, localizada no distrito de Pedra e Cal. O crime também foi na madrugada desta terça, e o fogo danificou materiais da cozinha da unidade, incluindo geladeira, fogão e utensílios. Em nota, a Prefeitura de Ibaretama condenou o atentado e lamentou a perda dos obejtos.

A Polícia também investiga suposto incêndio em escola de Aquiraz (Região Metropolitana de Fortaleza), na localidade de Tupuiu. Até a publicação deste texto, não havia informações sobre o caso.

Casos anteriores

Já em Caucaia (RMF), no bairro Toco, a escola creche Maria Corina Arruda foi alvo de incêndio na noite de segunda-feira. O fogo danificou materiais escolares e de higiêne, o que deve prejudicar o início das aulas para pelo menos duas turmas. A escola já vinha sofrendo ameaças de criminosos.

Outras duas escolas já tinham incendiadas no município de Itarema (a 213 km da Capital), na madrugada de segunda-feira. Além disso, um ônibus escolar também foi alvo de ataque na Cidade.
 
Redação O POVO Online 
TAGS