PUBLICIDADE
Notícias

Em madrugada de ataques, seis veículos são destruídos em prédio da Prefeitura de Horizonte

08:55 | 03/01/2019
Fachada do Demutran com fogo na parte de trás
Fachada do Demutran com fogo na parte de trás
[FOTO1]
Um ataque na madrugada desta quinta-feira, 3, causou incêndio e destruiu seis veículos no pátio do Departamento Municipal de Trânsito (Demutran) de Horizonte, Região Metropolitana de Fortaleza (RMF). De acordo com a assessoria de imprensa do Município, um dos veículos era do próprio departamento enquanto os outros cinco estavam no trâmite da Justiça.

O órgão público fica localizado na rua Raimundo Alves da Silva, no bairro Planalto Horizonte. Ataque ocorreu às 4h40min. Coforme a Polícia Civil de Horizonte, ninguém havia sido preso até às 10 horas.

De acordo com o secretário da Segurança do Município, Daniel Xavier da Costa, os criminosos jogaram as bombas artesanais no pátio de uma das ruas laterais do órgão. Dos cinco carros custodiados pela Justiça, três foram incendiados totalmente e dois parcialmente. O veículo usado pelo Demutran, um Renault Sandero 2012, estava parado por problemas mecânicos.

"Os criminosos encostaram do lado de fora, em uma rua lateral, e jogaram os coquetéis. Os bombeiros agiram rapidamente, se não o incêndio teria sido maior. O prédio fica no Centro, em um terreno grande, e havia uma viatura de serviço aqui no momento do crime e a equipe me acionou", relata. A Guarda Municipal de Horizonte funciona no mesmo prédio.
 
Em nota, a Prefeitura do Município afirmou que o Demutran está fncionando normalmente nesta manhã. No entanto, a reportagem do O POVO Online identificou que órgão estava fechado às 9h50min e nenhum veículo havia sido retirado. "As Polícias Militar e Civil, a Guarda Municipal, e o Corpo de Bombeiros agiram rapidamente e a situação foi rapidamente controlada", diz a nota. Moradores acordaram com o barulho das explosões e acionaram o Corpo de Bombeiros. A Polícia investiga o caso. 
 
[VIDEO1]
 
 
Onda de ataques
 
[SAIBAMAIS]Os ataques no Ceará começaram por volta da 0 hora desta quinta. Em Fortaleza, pelo menos dois ônibus foram incendiados. Um deles no bairro Edson Queiroz e o outro na avenida Cônego de Castro, no bairro Parque São José. Não há registro de feridos. Polícia e Corpo de Bombeiros foram acionados. De acordo com a Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza (Etufor), ônibus circulam normalmente nesta quinta.

Ainda na Capital, pelo menos dois aparelhos de fotossensor também foram incendiados, um na avenida Washington Soares e outro próximo ao viaduto do Makro.

Em Caucaia, na RMF, houve tentativa de demolir um viaduto na BR-020. O forte barulho dos explosivos nas colunas de sustentação do viaduto foi ouvido por vários bairros da região. Suspeitos de envolvimento nos ataques foram conduzidos à Delegacia Metropolitana de Caucaia. Ao menos um, adolescente, foi levado à Delegacia da Criança e do Adolescente (DCA), em Fortaleza. Para a Polícia, ataques são orquestrados por facções criminosas. 
 
A onda de ataques ocorre após fala do novo secretário da Administração Penitenciária, Luís Mauro Albuquerque, de que não reconhece facção criminosa no Ceará. Ele também disse que a divisão de presos por unidades não deve obedecer à lógica que o Governo do Estado tem adotado até aqui, que é a de distribuir os internos segundo seus vínculos com organizações criminosas. Não há informação sobre relação entre os ataques.
 
O que diz o Estado

De acordo com a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), nove pessoas foram autuadas sob suspeita de envolvimento nos incêndios a veículos e dano ao patrimônio público na Grande Fortaleza. Dessas, cinco são adultos e quatro adolescentes. Uma décima pessoa também foi conduzida para uma delegacia de Polícia Civil, onde foi ouvida e segue sob investigação. 

Em nota, a SSPDS diz que a cúpula segurança pública e os chefes das vinculadas, Polícias Civil e Militar, acompanham as ocorrências desde a madrugada. A Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas (Draco) investiga os casos. (Colaboraram: Jéssika Sisnando e Rose Serafim)
 
TAGS