Participamos do

Covid-19: Barbalha inicia a aplicação da 3º dose em profissionais da saúde

Ao todo, 600 profissionais da saúde já foram vacinados; a expectativa agora é vacinar um total de 1.800 pessoas do público
13:41 | Out. 21, 2021
Autor Euziane Bastos
Foto do autor
Euziane Bastos Repórter Estagiária de Cidades
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

O município de Barbalha iniciou, nesta semana, a aplicação da terceira dose (D3) contra a Covid-19 em profissionais que atuam na área da saúde. De acordo com a Secretaria de Saúde, até o momento, já foram contabilizadas 600 aplicações da dose de reforço nos trabalhadores que atuam na linha de frente da pandemia.

As doses foram destinadas aos profissionais que atuam nos três hospitais da cidade: Hospital Santo Antônio, Hospital do Coração e Hospital Maternidade São Vicente de Paulo. Além disso, a pasta informou que já iniciou a aplicação da D3 em idosos institucionalizados.

LEIA TAMBÉM | "Zara zerou": loja nega existência de código e diz valorizar diversidade e respeito

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

A expectativa agora é vacinar cerca de 1.800 profissionais e os idosos acamados na cidade, explica a secretária de saúde de Barbalha, Sheila Martins. Após a aplicação da segunda dose (D2), é necessário um intervalo de seis meses para a aplicação da terceira.


"Depois que nós vacinarmos os idosos acamados, vamos proceder para a vacinação dos idosos de maior idade, prevalecendo o intervalo de seis meses entre as doses", explica a secretária de saúde. Em Barbalha, a faixa etária mais recente aberta para vacinação contra a Covid-19 foi a das crianças de 12 anos. De acordo com a Secretaria de Saúde, foram disponibilizadas 672 doses para esse público.

LEIA MAIS | Saiba por que, mesmo com queda nas exportações, preço da carne continua tão caro

Além disso, uma segunda agenda para o público a partir dos 13 anos de idade também foi convocada para aplicação da primeira dose (D1) no município.


Com informações do repórter Guilherme Carvalho/ Rádio CBN Cariri

Tenha acesso a reportagens especiais. Assine O POVO+ clicando aqui

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags