PUBLICIDADE
Noticia

Limpeza de praia encerra programação da Jornada Sustentável do Beach Park

Cerca de mil voluntários participaram da ação, que buscou a limpeza da praia do Porto das Dunas desde a foz do rio Pacoti

20:32 | 28/09/2019
AQUIRAZ, CE, BRASIL, 28-09-2019: Limpeza das prais da Cofeco e Beach Park na Semana do Meio Ambiente em Aquiraz. (Foto: Mauri Melo/O POVO).
AQUIRAZ, CE, BRASIL, 28-09-2019: Limpeza das prais da Cofeco e Beach Park na Semana do Meio Ambiente em Aquiraz. (Foto: Mauri Melo/O POVO).(Foto: Mauri Melo/Mauri Melo)

Em 2018, o Beach Park reciclou 83% do lixo gerado pelo complexo turístico em Aquiraz, o equivalente a 554 mil toneladas de resíduos. Para dar robustez à prática, na manhã deste sábado, 28, no encerramento da Jornada Sustentável 2019, a empresa reuniu cerca de mil voluntários para uma força-tarefa de coleta de lixo da orla da praia às margens do rio Pacoti.

Consciência ambiental “é algo que precisa acontecer. Tanto na mente das pessoas como na prática”, defende o diretor de relações internacionais da Beach Park, Erick Picanço. Por isso, segundo ele, a Jornada nesta semana buscou parcerias com diferentes organizações de defesa do meio ambiente, como a Associação Caatinga, que prestou consultoria para a plantação, em um ano, de aproximadamente 14 mil mudas de árvores na Área de Preservação Ambiental (APA) do rio Pacoti. Só nos últimos dias, “foram plantadas 300”, garantiu Erick.

Edilainne Muniz, coordenadora do Limpa Brasil, projeto parceiro do Beach Park, acredita que eventos como esse, que durou uma semana, cumprem a função de engajar a sociedade “para que ela entenda qual seu papel quanto ao cuidado e preservação do meio ambiente”.

Paulo Fernando Herbster, 30, representante comercial, foi um dos voluntários que chegaram cedo ao Beach Park neste sábado para limpar a praia. “Achei que fosse estar mais suja. Está bem limpa”, constatou. Ele imaginava que encontraria na orla muitos copos plásticos e garrafas de vidro. “Tinha muita corda. Essas de náilon, que pescador usa”, compartilhou.

Segundo Nilton Martins de Castro, presidente da colônia Z9, em Aquiraz, muitos pescadores costumam limpar somente os trechos de praia próximos às suas próprias embarcações. A prática ainda não se estenderia para o restante da orla. Consciência que, ele entende, deve ser adquirida logo, visto que resíduos sólidos “são uma preocupação de todos nós”. Ensinar e capacitar pescadores a novos processos de limpeza, é, assim, para a coordenadora do Limpa Brasil, oportunidade de garantir atitudes “mais inteligentes e linkadas à sustentabilidade”.

Raissa Aragão Araújo, outra voluntária que participou da limpeza da praia do Porto das Dunas, sente falta de atividades similares constantes nas praias da orla de Fortaleza. “Aqui, o pessoal já é mais consciente”, pontuou a técnica de monitoramento.

Jornada Sustentável Ceará 2019

As atividades de retirada de resíduos na Jornada Sustentável Ceará 2019 retiraram aproximadamente 35,3 toneladas de resíduos no Porto das Dunas.

Foram 21 toneladas retiradas do bairro (entre 23/9 e 27/9), 14 toneladas da praia (28/9), além de 250 kg da Área de Proteção Ambiental do rio Pacoti (entre 26/9 e 28/9).

No total, foram seis dias de atividades com 250 pessoas envolvidas nos cinco primeiros dias e 900 pessoas ontem cuidando da retirada dos resíduos nos 7 km de extensão da praia (entre Mandaras e a foz do rio Pacoti.