PUBLICIDADE
Notícias

Câmara de Altaneira quer criar CPI para investigar diárias

Vereadores teriam viajado para Salvador para Seminário que nunca ocorreu

20:16 | 05/02/2015
A primeira Sessão de 2015 da Câmara Municipal de Altaneira aconteceu na terça-feira, 3, e ficou marcada pelo requerimento do vereador Edezyo Jalled (Solidariedade), que informou sobre um requerimento de criação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para apurar o pagamento de diárias para vereadores entre 2013 e 2014.

Os vereadores Edezyo Jalled, Deza Soares e Flávio Correia e todos os outros do Partido Solidariedade concordaram com o requerimento que informa sobre o pagamento de valor maior que R$33 mil efetuado pela presidente da Câmara Lélia de Oliveira (PCdoB), segundo consta no Portal de Transparência de Altaneira. Ainda segundo os vereadores, existe indícios de pagamentos ilegais para que parlamentares comparecem nas sessões.

Em dezembro, próximo da eleição da Mesa Diretora, um grupo de vereadores e a presidente fizeram uma viagem para Salvador que teria sido custeada pelo dinheiro público, para um Seminário que depois foi constatado que nunca ocorreu.

Lélia de Oliveira afirmou que irá se pronunciar sobre o requerimento.
Redação O POVO Online, com informações de Maury Alencar
TAGS