Extorsão a donos de casa de apostas: 6 são presos e R$ 800 mil apreendidos

Polícia Civil apreendeu dezessete na "Operação Saturnália", que teve as investigações iniciadas há um ano

Uma operação da Polícia Civil contra esquema criminoso de extorsão contra proprietários de casas de apostas no Ceará prendeu seis pessoas e apreendeu 17 veículos e R$ 800 mil em espécie. As investigações iniciaram há um ano e a operação foi deflagrada nesta quinta-feira, 13.

Mais detalhes sobre a operação, batizada como Saturnália, serão repassados pela Polícia Civil em entrevista coletiva realizada nesta tarde na sede da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Ameaças e extorsões contra casas de apostas se intensificaram desde o ano passado. Nesse período, até mesmo ataques a tiros e incêndios contra esses estabelecimentos foram registrados em vários municípios do Estado. Nas redes sociais, também circularam mensagens afirmando que somente casas "autorizadas" pelos criminosos poderiam funcionar. A maioria dessas ações foram atribuídas à facção criminosa Comando Vermelho.

Conforme O POVO noticiou em novembro passado, somente nos bairros da região da Barra do Ceará, pelo menos, 150 bancas de uma única loteria teriam sido fechadas por homens que se diziam do CV. Em Pentecostes, no Vale do Curu, uma única casa foi alvo de três ações criminosas.

Em julho, uma operação cumpriu 15 mandados (seis de prisão temporária e nove de busca e apreensão) contra uma organização criminosa suspeita de coagir proprietários e funcionários de casas de jogosnos municípios de Apuiarés, Pentecoste e Itapipoca, localizados no Vale do Curu. Entre os presos estavam donos dos estabelecimentos "autorizados" a funcionar pela facção.

Conforme afirmado no inquérito 308-84/2022, instaurado pela Delegacia de Roubos e Furtos de Veículos e Cargas (DRFVC), "o Comando Vermelho tem um acordo com empresas de jogo do bicho, para desempenharem o monopólio dessa infração penal, nos locais de atuação do Comando Vermelho, possuindo diversas pessoas que funcionam como fiscalizadoras da prática de jogo do bicho, para verificar os valores apurados no dia e para impedir que outras bancas de jogo do bicho, que não tenham acordo com o Comando Vermelho, atuem nas áreas".

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Ameaças casas de jogos Ceará Facções Criminosas Ceará Segurança Pública Ceará

Os cookies nos ajudam a administrar este site. Ao usar nosso site, você concorda com nosso uso de cookies. Política de privacidade

Aceitar