Participamos do

Projeto investirá R$ 18 milhões para perenizar água da Bica do Ipu

Governo do Ceará investirá R$ 18 milhões para perenizar a Bica do Ipu e beneficiar o turismo da região 
20:35 | Nov. 25, 2021
Autor Levi Aguiar
Foto do autor
Levi Aguiar Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

A Bica do Ipu, queda d'água do riacho Ipuçaba, que despenca da Serra da Ibiapaba, no município de Ipu, deve receber um investimento de R$ 18 milhões do Governo do Ceará. O comunicado foi feito pelo governador Camilo Santana (PT), nesta quarta-feira, 24. O foco da iniciativa é realizar um projeto para perenizar a água da Bica. 

"Na época do verão a água para de cair, e nós perdemos a beleza e o atrativo da água caindo pelas pedras, por isso eu autorizei, para que a gente possa ter um projeto para perenizar a nossa Bica do Ipu, e se precisar de mais dinheiro, a gente coloca. Assim melhoramos o local e poderemos receber turistas o ano inteiro”, disse Camilo.

Também conhecida pelos moradores como "Véu da Noiva", a bica é a maior queda d'água da Serra da Ibiapaba, com cerca de 130 metros de altura. "Estamos numa região lindíssima, de uma clima maravilhoso, de uma terra fértil, produtora, cheio de pousada, de hotéis, e temos um equipamento aqui que é um atrativo, que é a nossa Bica do Ipu. Um patrimônio daqui, um patrimônio do Ceará, e tanto o prefeito quanto os nossos deputados, sempre trabalhavam comigo para ver uma alternativa não só de urbanizar, mas de melhorar o local. Mas não só isso, temos de perenizar a bica", relatou o governador. 

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

LEIA MAIS | Ceará dá desconto de 50% em multas ambientais e 100% dos juros; entenda

Após briga em que homem saca arma, Centro de Eventos recebe policiamento

Bondinho

Além disso, Camilo ressaltou que aguarda a licença de operação para inaugurar o Bondinho de Ubajara, que já está pronto. A licença precisa ser dada por parte do do Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis). "Toda semana eu faço o apelo para o Ibama e o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade liberarem a licença de operação, pois a obra está toda pronta, e sem a licença nós não podemos operar o bondinho. Sei da importância desse equipamento para o turismo da região da serra”, disse Camilo Santana.

APA da Bica do Ipu

A Área de Proteção Ambiental (APA) da Bica do Ipu compreende áreas de encostas, setores mais elevados da serra e as nascentes dos Riachos Ipuçaba e Ipuzinho. A área abrange uma área de 3.484,66 hectares. A vegetação é típica de Mata Atlântica e é representada, principalmente, por espécies como o ipê, buriti, babaçu, ingazeiras, jatobá e bromélias.

Tenha acesso a todos os colunistas. Assine O POVO+ clicando aqui

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags