Termo de Uso Política de Privacidade Política de Cookies Conheça O POVO Trabalhe Conosco Fale com a gente Assine Ombudsman
Participamos do

Caju Nordeste: 13ª edição do evento abre inscrições na sexta-feira, 24

Palestras sobre inovação tecnológica, oficina de aproveitamento dos produtos pela gastronomia e uso da fruta como fitoterápico são alguns destaques desta edição
04:19 | Set. 21, 2021
Autor Isabela Queiroz
Foto do autor
Isabela Queiroz Jornal
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

O Caju Nordeste, evento dedicado ao desenvolvimento da cultura do cajueiro, realiza a 13ª edição nos dias 15 e 16 de outubro. A programação, contará com ciclo de palestras, oficinas, feira de negócios e ainda atrações culturais. As inscrições são gratuitas e acontecem a partir do dia 24 de setembro, por meio do site do evento.

Produtores, comerciantes, estudantes, pesquisadores, gestores do agronegócio e apreciadores da cultura do caju poderão se inscrever no seminário anual realizado em cidades nordestinas, que neste ano acontecerá no município de Cascavel, no litoral Leste do Ceará, em formato híbrido (presencial e virtual).

Devido à pandemia de Covid-19, o Caju Nordeste deste ano será transmitido ao vivo de forma virtual pelo canal do evento no Youtube, com tradução de intérprete de libras, legendas para surdos e ensurdecidos, audiodescrição e participação on-line do público.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

LEIA TAMBÉM | Agricultura familiar: Governo divulga relação de produtos com bônus para o Pronaf

+ BNB libera R$ 22,3 milhões em crédito para investimento em agricultura irrigada no Ceará

A programação desta edição tem como destaque palestras sobre inovação tecnológica e perspectivas futuras para a cajucultura, oficinas sobre aproveitamento dos produtos do caju pela gastronomia e a utilização da fruta como tratamento fitoterápico.

O foco do evento é apresentar, a pequenos e médios produtores rurais, novas oportunidades de negócios com o aproveitamento dos derivados do cajueiro, como o pedúnculo e castanha de caju na produção de alimentos, por exemplo, para que possam aumentar a rentabilidade da produção.

Ceará: destaque nacional na cajucultura

Segundo dados da Pesquisa Agrícola Municipal - PAM (IBGE, 2018), a área ocupada com cajueiro no Brasil em 2017 foi calculada em 505,5 mil ha; desse total, 99,5% está localizado no Nordeste. A Região responde por quase toda a produção nacional da castanha de caju (98,8%). Em 2017, o Nordeste produziu 132 mil toneladas.

Os principais produtores dessa região são o Ceará, que possui a maior área plantada com cajueiro no País (61,6% da área nacional e 61,9% da área nordestina), Rio Grande do Norte e Piauí. Segundo a Embrapa, 80% dos cajueiros do país estão no Ceará, que se destaca como o maior produtor de castanha da região. O Ceará é ainda o maior produtor do País (60,8%), tendo produzido 81 mil toneladas de castanhas de caju em 2017.

A cajucultura possui elevada importância sócio-econômica para a região Nordeste, principalmente no semiárido, por gerar trabalho e renda na época mais seca do ano. As agroindústrias beneficiadoras de castanha também são importantes geradoras de empregos diretos e indiretos.

Serviço

Inscrições para o 13º Caju Nordeste: 24 de setembro a 15 de outubro, no site do Caju Nordeste.
Canal de transmissão ao vivo:  Caju Nordeste Oficial
Redes sociais: Instagram - @cajunordeste / Facebook - Caju Nordeste

Tenha acesso a reportagens especiais. Assine O POVO+ clicando aqui

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags