PUBLICIDADE
Ceará
Noticia

Morre Mirtes Amorim, ex-presidente da Adufc Sindicato, aos 79 anos

Causa da morte foi metástase devido à neoplasia, contra a qual a docente lutava há um ano

Mirla Nobre
15:56 | 14/07/2021
A professora Mirtes Amorim faleceu nessa terça-feira, 13. Ela estava aposentada da Universidade Federal do Ceará (UFC) (Foto: Arquivo pessoal)
A professora Mirtes Amorim faleceu nessa terça-feira, 13. Ela estava aposentada da Universidade Federal do Ceará (UFC) (Foto: Arquivo pessoal)

A professora Mirtes Amorim Maciel morreu nessa terça-feira, 13, aos 79 anos, vítima de metástase ocasionada por neoplasia, contra a qual lutava há um ano. Mirtes foi docente no Departamento de Filosofia da Universidade Federal do Ceará (UFC), onde já se encontrava aposentada, e ex-presidente do Sindicato dos Docentes das Universidades Federais do Estado do Ceará (Adufc) no biênio 2003-2005. A professora também chegou a atuar na diretoria do sindicato por seis gestões.

Mirtes era natural de Manaus, no Amazonas, mas fez graduação em Filosofia pela UFC, em Fortaleza. Na mesma área, tinha mestrado pela Universidade de Poitiers e doutorado pela Universidade de São Paulo (USP). Também fez pós-doutorado na École des Hautes Études en Sciences Sociales, na França. Dedicou-se ao campo da Filosofia Política, com especialidade em política, democracia e imaginário. Enquanto filósofa, foi estudiosa do pensamento de Castoriadis.

LEIA TAMBÉM | UFC prevê retorno de aulas presenciais obrigatoriamente no 2º semestre letivo, em setembro

 + Professores da UFC pedem revisão de notas rebaixadas em Avaliação de Desempenho

Nessa terça-feira, 13, a Adufc publicou uma nota de pesar sobre a partida da professora, destacando também solidariedade à família, aos amigos e alunos. Em nota, o sindicato destacou o legado e dedicação à luta sindical da docente. “Como diretora da Adufc, empreendeu esforços para a construção e o fortalecimento deste sindicato desde a sua fundação. Citada por colegas como firme na postura política, a trajetória de Mirtes Amorim é reconhecida pelo apreço à democracia e transparência e pela intensa participação na vida sindical e nos debates em defesa da universidade”, disse o sindicato.

O velório da professora está ocorrendo em Fortaleza, na Funerária Ternura, localizado na rua Padre Valdevino, nº 2255, no bairro Aldeota. O sepultamento começou nesta quarta-feira, 14, às 15h30min, no Cemitério São João Batista, no Centro da Capital, após celebração de missa, iniciada às 14 horas.