PUBLICIDADE
Ceará
Noticia

Ifood, Rappi e Uber Eats: Fortaleza terá ponto de apoio a entregadores

O prefeito de Fortaleza, José Sarto, anunciou que pretende expandir para mais serviços futuramente, incluindo locais para banho a esses trabalhadores.

11:27 | 12/07/2021
Anúncio do Ponto do entregador pelo prefeito José Sarto (PDT). (Foto: Reprodução/Instagram)
Anúncio do Ponto do entregador pelo prefeito José Sarto (PDT). (Foto: Reprodução/Instagram)

O prefeito de Fortaleza, José Sarto (PDT), anunciou nesta segunda-feira, 12, projeto-piloto que pretende oferecer melhores condições de trabalho a entregadores. O “Ponto do Entregador” tem como objetivo a criação de locais de descanso, acesso a comunicação por internet Wi-Fi e ampliação da calçada. O segmento está entre as categorias de trabalhadores que mais cresceram na pandemia. A maioria deles trabalha para aplicativos como Ifood, Rappi e Uber Eats, o que demanda estar conectado. Mas, há também os que são contratados pelos estabelecimentos.

Em relação à segurança preventiva desses trabalhadores motociclistas, o prefeito aponta que usará do videomonitoramento. “Para dar combate preventivo a ações de bandidos que por ventura queiram roubar qualquer fortalezense”, comenta Sarto.

LEIA TAMBÉM |

Camilo pede ação rápida da Polícia sobre DI Ivis: "Repugnante e inaceitável"

"Vai pra favela", diz socialite à blitz após ter festa paralisada em SP

A ideia foi concebida ainda durante o período de campanha do prefeito. Inicialmente será implantada no polo gastronômico da Varjota e em seguida expandida para os bairros Lago Jacarey, Messejana, Barra do Ceará e Bezerra de Menezes.

O projeto começa de maneira experimental. Sarto alega que posteriormente pretende ampliar esses serviços com a oferta de locais para o banho e troca de roupa, “com a proposta de oferecer locais dignos aos motoristas de aplicativos''.

“Nós sabemos que na pandemia o número de demandas por aplicativos aumentou de forma exponencial. Quem tá em casa não quer sair justamente para obedecer os protocolos sanitários”.

Além disso, o prefeito conta que os motoristas terão treinamentos específicos na Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC), com aulas “para sair de situações de emergências”, mas não deu mais detalhes.

Agressão física

O prefeito aproveitou o momento para comentar o caso de Pamella Holanda, esposa de Iverson Araújo, cantor conhecido como DJ Ivis, agredida fisicamente por ele. “A Prefeitura de Fortaleza repudia veemente qualquer tipo de violência, principalmente contra mulheres, LBGTQIA+ e negros”.