PUBLICIDADE
Ceará
NOTÍCIA

Bombeiros dão dicas de como se prevenir de acidentes no uso de fogão a lenha ou artesanal

De acordo com os militares, uma das recomendações é que o cidadão se certifique de que a instalação do fogão seja feita longe de locais e objetos inflamáveis ou combustíveis

23:18 | 01/07/2021
Os incêndios acontecem por falta de cuidado ou conservação dos equipamentos. Na foto, fogão à lenha do Sítio São Luiz, em Pacoti, em 20 de junho de 2017 (Foto: TATIANA FORTES)
Os incêndios acontecem por falta de cuidado ou conservação dos equipamentos. Na foto, fogão à lenha do Sítio São Luiz, em Pacoti, em 20 de junho de 2017 (Foto: TATIANA FORTES)

O Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Ceará (CBMCE) divulga dicas sobre os cuidados no uso de fino a lenha ou fogão artesanal. O conteúdo faz parte das atividades da programação da 57ª Semana de Prevenção. Segundo a organização, em geral, os incêndios acontecem por falta de cuidado ou conservação dos equipamentos, podendo acorrer o aquecimento das paredes da casa, próxima ao fogão. Muitos também se esquecem de fechar as portas e as brasas caem no chão.

LEIA MAIS | Corpo de Bombeiros orienta uso seguro e preventivo da energia elétrica

“Um incêndio é uma ocorrência de fogo não controlado, que pode ser extremamente perigosa para os seres vivos e as estruturas prediais”, declara o 1º tenente Rodrigo Martin. Segundo ele, “exposição a um incêndio pode produzir a morte, geralmente pela inalação dos gases, pelo desmaio causado por eles, ou posteriormente pelas queimaduras graves”, explica.

Para evitar os acidentes, é necessário se atentar aos seguintes cuidados:

1 - Certificar-se que o fogão esteja instalado em local seguro da residência, distante de tubulação a gás, cortinas e móveis.

2 – Não deixar objetos acumulados próximo ao fogão a lenha que possam alimentar as chamas e propagar o fogo. Assim como não coloque roupas, utensílios ou objetos sobre os fogões.

3 – Deve-se utilizar os materiais próprios para queima, evitando madeira industrializada ou tratada quimicamente.

4 – Não permitir que crianças alimentem o fogo e não coloque excesso de lenha no fogão.

5 – Sempre mantenha uma entrada de ar. O ar nesses locais precisa ser renovado. Evite o risco de morte por intoxicação por monóxido de carbono, fumaça, ou mesmo por asfixia em razão do consumo do oxigênio do ambiente.

6 – É proibido o uso de álcool e outros combustíveis para queimas em ambientes fechados.

LEIA MAIS | Como tirar joias presas nos dedos: Bombeiros dão dicas

O monóxido de carbono

Essa substância é um gás produzido com base na queima incompleta de material combustível rico em carbono. De acordo com o CBMCE, apesar de suas aplicações na indústria, é um gás asfixiante muito tóxico que, dependendo do tempo de exposição e da quantidade inalada, pode levar à morte.

Recomendação

Os Bombeiros indicam que o ideal é que se deixe o fogão afastado de materiais combustíveis, mesmo que não haja fogo direto, pois o calor irradiado pelo fogão pode aquecer o ambiente e os materiais combustíveis de forma que se inicie um incêndio.