PUBLICIDADE
Ceará
NOTÍCIA

Investimento de R$ 775 mi em saneamento básico deve beneficiar 2,5 milhões de cearenses

No total, 11 municípios cearenses serão beneficiados, conforme anúncio feito em transmissão ao vivo pelo governador Camilo Santana (PT). No ano passado, o Executivo estadual também anunciou investimento de quase R$ 440 milhões em sistemas de abastecimento de água e esgotamento sanitário

Leonardo Maia
18:59 | 28/04/2021
O anúncio foi feito pelo governador Camilo Santana (PT) e o secretário das Cidades, Zezinho Albuquerque.
 (Foto: Divulgação/Governo do Estado)
O anúncio foi feito pelo governador Camilo Santana (PT) e o secretário das Cidades, Zezinho Albuquerque. (Foto: Divulgação/Governo do Estado)

Atualizada às 20h59min

O governador Camilo Santana (PT) anunciou novos investimentos no valor de R$ 775 milhões em saneamento básico e esgotamento sanitário no Ceará nesta quarta-feira, 28, em transmissão ao vivo em suas redes sociais. Segundo estimativa do Executivo estadual, cerca de 2,5 milhões de pessoas serão beneficiadas em 11 municípios cearenses. São eles: Fortaleza, Horizonte, Pacajus, Chorozinho, Maracanaú, Maranguape, Caucaia, Redenção, Juazeiro do Norte, Jijoca de Jericoacoara e Crateús.

Leia Também | Com investimento de R$ 300 milhões, cobertura de esgoto em Fortaleza deve chegar a 74% até 2022

Projeto para concessão de saneamento avança no Ceará

Do montante destinado às obras, serão investidos R$ 381,7 milhões em sistemas de abastecimento e produção de água e de coleta, além de R$ 393,3 milhões em tratamento de esgotamento sanitário. Apenas em Fortaleza, será feito um investimento de mais de 300 milhões, com melhorias em 24 bairros da Capital. Entre eles, Castelão, Cidade dos Funcionários, Barroso e Sapiranga.

Até 2025, a cobertura de esgoto na Cidade deverá ter um incremento de cerca de 11 pontos percentuais — hoje esse índice é de 66,6% e passará a ser 77,2%, conforme previsão do Governo do Estado. Camilo garantiu ainda que com a concretização de Parceria Público-Privada (PPP), que será lançada ainda este ano, Fortaleza e toda a Região Metropolitana terão a rede de esgotamento sanitário universalizada, chegando a 100%. Não foi divulgado um prazo para que esse processo seja concluído.

Outra intervenção importante em Fortaleza acontecerá no Conjunto Palmeiras e Planalto Palmeiras. Cerca de 40 mil pessoas serão atendidas em um projeto que compreende redes coletoras, ligações prediais e uma estação de tratamento de esgoto. O pedido por um sistema de esgotamento sanitário melhor é demanda antiga dos moradores do bairro.

Em 2013, a população já reclamava do esgoto do tipo “condominial”, que junta o esgoto de um grupo de casas e depois é levado para uma caixa de visita que fica localizada no quintal de uma delas. “Isso deixou de ser um problema urbano e afeta tudo, como saúde e economia do bairro”, afirmava Joaquim Melo, então coordenador do Banco Palmas.

Veja os locais em que as intervenções serão realizadas.
Veja os locais em que as intervenções serão realizadas. (Foto: Reprodução/Governo do Estado)

O município de Juazeiro do Norte, no Cariri, também receberá investimento para o sistema de abastecimento de água. Serão realizadas melhorias na captação de águas de poços subterrâneos, além de proporcionar um maior controle de vazamentos na Cidade. O presidente da Companhia de Água e Esgoto do Ceará (Cagece), Neuri Freitas, apontou que a rede de esgoto do município é muito antiga e será realizada a substituição. No total, serão aplicados mais de R$ 40 milhões.

As obras também contemplam partes turísticas do Estado, como a Vila de Cumbuco, em Caucaia, e a Vila de Jericoacoara, no Litoral Oeste do Estado. Neuri destacou que a Cagece enfrenta uma dificuldade adicional para melhorar o saneamento em Jericoacoara por se tratar de um Parque Nacional e ter mais limitações para a atuação, como a falta de um corpo receptor, onde é lançado o esgoto sanitário. Ele garantiu que com as intervenções previstas a cobertura de esgoto na Vila também chegará a 100%.

Durante a transmissão, o governador reconheceu que o maior desafio do Estado é quando se avalia a rede de esgoto de todos os municípios. Atualmente, menos da metade do Ceará tem cobertura de esgoto, com 44,6%, e até 2025, a meta é chegar a quase 52%. “Investir em saneamento básico é investir em saúde e na prevenção de doenças. Temos dado prioridade às essas ações nos últimos seis anos de governo”, disse Camilo.

Assista a íntegra do anúncio feito pelo governador nesta tarde: