PUBLICIDADE
Ceará
NOTÍCIA

Festa com mais de 400 pessoas e outros nove eventos foram encerrados pela Polícia no fim de semana no CE

Ação ocorreu como forma de garantir o respeito às normas de segurança diante da pandemia de Covid-19

Alan Magno
17:58 | 19/10/2020
Um evento em Caucaia reunia mais de 400 pessoas na madrugada do sábado, 17, quando foi alvo de uma operação em conjunto das forças de segurança do Estado. Outros nove eventos também foram encerrados (Foto: Divulgação SSPDS)
Um evento em Caucaia reunia mais de 400 pessoas na madrugada do sábado, 17, quando foi alvo de uma operação em conjunto das forças de segurança do Estado. Outros nove eventos também foram encerrados (Foto: Divulgação SSPDS)

Um evento em Caucaia, na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF), reunia mais de 400 pessoas na madrugada desse sábado, 17, quando foi alvo de uma operação em conjunto com as forças de segurança. A ação, que ocorreu como forma de garantir o respeito às normas de segurança diante da pandemia de Covid-19, interrompeu outros nove eventos na Capital e RMF nesse fim de semana que também violavam as determinações dos decretos estadual e municipal com relação às medidas sanitárias de combate e prevenção ao novo coronavírus.

A Polícia tomou conhecimento do evento por meio de denúncias anônimas. Ao chegar ao local, foi constatada uma série de infrações. O evento ocorria em uma casa de show localizada no bairro Parque Albano, que, segundo relatório do 12° Batalhão de Polícia Militar (BPM) de Caucaia, já havia sido notificada anteriormente por desobedecer as medidas de isolamento social.

Os policiais confirmaram ainda que o imóvel não possuía alvará de funcionamento do Corpo de Bombeiros do Estado do Ceará (CBMCE). O estabelecimento também não detinha os certificados de aprovação de projeto e conformidade do CBMCE, portanto, mesmo antes da pandemia, não poderia estar aberto ou recebendo o público. Após constatação dos policiais, o imóvel, que não teve o nome divulgado pela Polícia, foi notificado e interditado.

O responsável pela casa de shows foi conduzido para a Delegacia Metropolitana de Caucaia pelos policiais ainda durante a operação. Lá, ele foi autuado em um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) no artigo 268 do Código Penal Brasileiro. A lei determina detenção, de um mês a um ano, e multa para quem infringir determinação do poder público destinada a impedir introdução ou propagação de doença contagiosa.

Além do evento em Caucaia, entre a noite de sábado, 17, e domingo, 18, foram registradas 80 abordagens, outros nove eventos encerrados, dois autos de infração e seis autos de notificação. No decorrer das ações, foram apreendidas duas caixas de som popularmente conhecidas como “paredões”, 20 autos de infrações a motoristas. Seis autos de notificação também foram registrados.

Uma abordagem para aplicação de multa constatou irregularidades em um veículo e o removeu de circulação. No bairro Maraponga, em Fortaleza, um homem foi conduzido à delegacia por desacato. Segundo os policiais, ele proferiu uma série de ofensas contra os militares que realizavam patrulhamento na região

AÇÃO CONJUNTA

A operação ocorreu entre quinta-feira, 16 e domingo, 18, na Capital e em toda RMF. O balanço da ação foi divulgado pela Central Integrada de Planejamento Operacional da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS). No sábado, a ação conjunta envolveu 81 agentes de segurança.

Participaram integrantes da Polícia Militar do Ceará (PMCE), da Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE), do Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Ceará (CBMCE) e da Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce). A ofensiva contou com 23 viaturas, dois carros de reboques, uma trinca de motos da PMCE, um caminhão-baú e uma ambulância do CBMCE.

Membros da Secretaria da Administração Penitenciária (SAP), da Guarda Municipal de Fortaleza (GMF), da Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC), além de equipes do Departamento Estadual de Trânsito do Ceará (Detran-CE) e da Agência de Fiscalização de Fortaleza (Agefis) reforçaram a ação.