PUBLICIDADE
Ceará
NOTÍCIA

"Muito orgulho": Camilo Santana comemora destaque do Ceará na educação pública brasileira

O levantamento apontou avanços e destaques do ensino público cearense quando relacionado as demais unidades federativas do Brasil

Gabriela Almeida
18:03 | 15/09/2020
Camilo Santana comemorou resultados do Ideb (Foto: Divulgação)
Camilo Santana comemorou resultados do Ideb (Foto: Divulgação)

O governador do Ceará, Camilo Santana, realizou uma transmissão na página oficial do governo no Facebook para comemorar os dados do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) de 2019, divulgados nesta terça-feira, 15. Isso porque o levantamento apontou avanços e destaques do ensino público cearense quando relacionado as demais unidades federativas do Brasil.

"Nós estamos falando do futuro da educação cearense. É muito orgulho (...) Não tenho dúvidas de que o Ceará vai chegar ao topo daqui a alguns anos", afirmou o chefe do executivo estadual. Ao lado de representantes como a vice-governadora, Izolda Cela, Camilo ainda apresentou os dados do balanço e comentou acerca deles.

O Ideb é um indicador criado pelo Governo Federal para medir, anualmente, a qualidade do ensino nas escolas públicas dos estados brasileiros- disponibilizando uma meta para ser alcançada por unidades. Nesse último balanço, equivalente a 2019, o Ceará teve a melhor evolução em relação ao restante do País- no que diz respeito a educação dos anos iniciais do Ensino Fundamental (1º ao 5º ano).

| LEIA MAIS|

Brasil avança no Ideb, mas apenas ensino fundamental cumpre meta

Anos iniciais do Ensino Fundamental no Ceará são os que mais evoluem no País

13 professores da rede privada da educação infantil testam positivo para Covid-19 em Fortaleza

Nos anos finais do Ensino Fundamental (5° ao 9° ano), o Estado ultrapassou a meta de 4,6 e alcançou o índice de 5,2, superando estados do Sudeste, como São Paulo. Dos 10 municípios brasileiros que registraram as maiores notas nessa etapa de ensino, 6 são do Ceará.

Apesar de não atingir a meta do Ideb, o ensino médio público do Ceará ficou em quarta colocação no ranking nacional. Avançando 0,4 pontos entre 2017 e 2019, a faixa teve o maior salto desde o disparo que foi registrado em 2015- se tornando o maior da série histórica.

Como explicação para os resultados positivos, o governador reconheceu o "esforço do trabalho daqueles profissionais envolvidos com a educação" no Estado- agradecendo a eles. Camilo também aproveitou o momento para lamentar pela morte da secretaria executiva da educação Rita Colares- vítima de um infarto nessa última semana.

"Era uma grande mulher (...) Ela amava a educação. Amava o que fazia", falou em tom emocionado. O chefe do executivo estadual também agradeceu ao esforço dos alunos e garantiu que a educação presencial- paralisada desde a pandemia, iria retornar em breve-, assumindo "todos os cuidados necessários".