PUBLICIDADE
Ceará
Noticia

Festa de líder de facção criminosa termina com 16 presos no Porto das Dunas

A festa acontecia para comemorar o aniversário de Leilson Sousa da Silva, 25, que é nesta terça, 18. Ele era foragido da justiça, acusado de tráfico de drogas e de compor organização criminosa. Outras 11 pessoas também foram presas

13:02 | 18/08/2020
Um total de 16 pessoas foram presas pela Polícia Civil, em festa no Porto das Dunas. Foto: Polícia Civil do Ceará (Foto: Foto: Polícia Civil do Ceará)
Um total de 16 pessoas foram presas pela Polícia Civil, em festa no Porto das Dunas. Foto: Polícia Civil do Ceará (Foto: Foto: Polícia Civil do Ceará)

A Polícia Civil do Ceará prendeu, na madrugada desta terça, 18, o homem apontado como um dos chefes de facção do Rio de Janeiro, com atuação no Ceará, em uma festa que comemorava o aniversário dele no Porto das Dunas, em Aquiraz, na Região Metropolitana de Fortaleza. Outras 15 pessoas foram presas. Leilson Sousa da Silva, 25, conhecido como Lelê ou General, é apontado como um dos chefes do Comando Vermelho que atuava no bairro Pirambu.

Ele era foragido da justiça, com mandado de prisão em aberto por de tráfico de drogas e por compor organização criminosa. Foram conduzidas 22 pessoas para a delegacia; dessas, 16 pessoas foram presas. Na festa, foram apreendidos uma pistola ponto 40 com registro raspado e uma pequena quantidade de maconha e de loló.

Leilson seria o responsável por distribuir a droga que era consumida no local. “A festa era organizada por membro de uma facção criminosa oriunda do estado do Rio de Janeiro. A nossa equipe de inteligência foi até o local e localizou a aglomeração”, informa o titular da Delegacia de Combate às Ações Criminosas Organizadas (Draco), Harley Filho. Segundo o delegado, o cerco realizado pela Polícia foi bem montado e não houve resistência. No bairro Pirambu, havia três chefes do tráfico de drogas que se encontravam foragidos.

LEIA MAIS |

Cinco pessoas são presas por tráfico de drogas no aeroporto de Fortaleza

Oito integrantes de facção do Ceará são condenados por até 22 anos de prisão

Além dele, a Polícia tem mandado de prisão em aberto contra Carlos Mateus da Silva Alencar, conhecido como Squidum ou Fiel, e Fábio de Almeida Maia, conhecido como Biú. “Hoje esses dois são alvos da Polícia e nós pedimos que a população também contribua passando informações”, solicita o delegado. As investigações continuam e, de acordo com o delegado, outras pessoas devem ser autuadas.

Ainda de acordo com o delegado, a casa alugada para a festa era uma mansão no Porto das Dunas, com piscina e campo de futebol. 

A ação teve o apoio de equipes operacionais da Coordenadoria de Operações e Recursos Especiais (Core) e do Departamento de Polícia Judiciária da Capital (DPJC).