PUBLICIDADE
Ceará
NOTÍCIA

Confira que animais marinhos estão em período de defeso no Ceará no primeiro semestre de 2020

O período de defeso é definido para a garantia da reprodução da espécie

Luana Façanha
09:42 | 21/01/2020

O período de defesa é um momento em que atividades como a caça, pesca, coletas para fins esportivos e comerciais de algum animal em específico é proibida, por se tratar de um período reprodutivo, em que esses animais podem se demonstrar mais vulneráveis. A fiscalização dessa preservação é feita pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) e pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), responsáveis também por aplicação de multas. 

Confira animais que estão no período de defeso no primeiro semestre do ano no Ceará:

Lagosta

O período de defeso da lagosta no Ceará teve início no dia 1° de novembro de 2019, e continuará até o dia 30 de abril deste ano. O animal é bastante apreciado e valorizado na culinária cearense, tendo uma variação de preço entre R$50 a R$90.

Gurijuba

O peixe, de coloração acinzentada, entrou em período de defeso em 19 de novembro de 2019, e seu período de defeso ocorrerá até 31 de março de 2020. O peixe, além de ser utilizado na culinária, é usado na fabricação de medicamentos e colas de precisão.

Garoupa Verdadeira

O animal está em período de defeso desde novembro de 2019, e permanecerá até o dia 20 de fevereiro. O peixe pode viver cerca de 50 anos e se encontra em estado ameaçado de extinção.

Pargo

Desde 15 de novembro de 2019 até 30 de abril deste ano, o peixe estará em período de defeso. A espécie tem um corpo de formato arredondado e achatado nas laterais, e pode medir até 1 metro.

De acordo com o Ibama, o infrator que promover caça ou venda ilegal desses animais no período de defeso, pode ter como pena a detenção de 1 a 3 anos, somada à multas que podem variar entre R$700 a R$100.000, com o acréscimo de R$20 por quilo ou fração de produto da pescaria.