PUBLICIDADE
Ceará
NOTÍCIA

"Operação Rodovida" pretende reduzir violência no trânsito; ações serão executadas até o Carnaval

Esta é a nona edição da ação, que integra esforços de vários órgãos públicos da União, Estados e Municípios para a redução de mortes no trânsito

11:58 | 27/12/2019
Fortaleza, CE, Brasil, 22-04-2019: Fotossensores são retirados das rodovias federais no Ceará. (Foto: Mateus Dantas / O POVO)
Fortaleza, CE, Brasil, 22-04-2019: Fotossensores são retirados das rodovias federais no Ceará. (Foto: Mateus Dantas / O POVO) (Foto: 22 18:07:54)

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) inicia na última sexta-feira, 20, a Operação Integrada Rodovida 2019/2020. As principais ações serão enfrentamento às mortes e violência no trânsito brasileiro até o dia 1º de março de 2020, incluindo férias escolares, festas de Natal, Ano Novo e Carnaval. 

Além da preocupação em garantir aos usuários das rodovias federais a segurança, o conforto e a fluidez do trânsito, a PRF está engajada também no Programa da Organização das Nações Unidas (ONU), Década Mundial de Segurança Viária 2011/2020. A meta prioritária é reduzir em 50% o número de mortos e de feridos em decorrência de acidentes de trânsito.

O projeto foi recepcionado pelo governo brasileiro em maio de 2011, por intermédio do Pacto Nacional pela Redução de Acidentes no Trânsito (Pacto pela Vida).

O Programa consiste em esforços dos Governos Federal, Estadual e Municipal para reduzir a violência do trânsito, enfrentando acidentes, principalmente os relacionados a embriaguez ao volante, ultrapassagens proibidas, não uso do cinto de segurança, envolvendo motocicletas ou ciclomotores e uso do celular ao volante.

Essas são, historicamente, os casos com índices elevados de letalidade. São priorizadas ações integradas e simultâneas, envolvendo diversas agências de fiscalização, com atuação coordenada e sistêmica, dentro dos respectivos eixos de competência, com o intuito de somar forças no enfrentamento à violência no trânsito e na redução dos custos sociais decorrentes.

Durante o período da operação, a PRF intensificará as ações de fiscalização, focadas principalmente para coibir as condutas de ultrapassagens irregulares, consumo de álcool, atropelamento de pedestres e trânsito irregular de motocicletas.

Em paralelo às ações de fiscalização da Polícia Rodoviária Federal e instituições de segurança pública, os ministérios da Justiça e Segurança Pública, da Infraestrutura, da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, da Educação e da Saúde promoverão campanhas publicitárias de conscientização em todo o Brasil.