PUBLICIDADE
Ceará
Noticia

Arquiteto cearense fica entre os cinco finalistas em premiação da ONU

Bernardo Andrade concorreu com o projeto que propõe a criação de uma casa sustentável para famílias de baixa renda

17:00 | 02/10/2019
O projeto também foi pensado para garantir a reutilização da água e a produção da própria comida.
O projeto também foi pensado para garantir a reutilização da água e a produção da própria comida.(Foto: Divulgação)

O cearense Bernardo Andrade, 28, ficou entre os cinco finalistas da América Latina e do Caribe, no Prêmio Jovens Campeões da Terra, promovido pela Organização das Nações Unidas (ONU) e Meio Ambiente. O jovem é arquiteto e concorreu com o projeto “Casa do Semiárido” propondo construções de residências com as características que se adequam à realidade das regiões secas do Brasil.

A Casa do Semiárido receberá uma construção modelo em 2020 no município de Pentecoste, a 91 quilômetros de Fortaleza. O projeto contou com baixo custo de produção e menor impacto ambiental. A construção visa comportar uma família de até três pessoas. O projeto também foi pensado para garantir a reutilização da água e a produção da própria comida.

A construção visa comportar uma família de até três pessoas.
A construção visa comportar uma família de até três pessoas. (Foto: Divulgação)

De acordo com Bernardo, a casa modelo poderá facilitar moradias, além de garantir a reutilização de materiais para preservação do meio ambiente. “A ideia é equipar a casa para abrigar uma família de três pessoas, moradores da comunidade de Riacho da Porta. “Além de ser fruto de anos de pesquisa, o projeto representa uma grande conquista por ter alcançado uma premiação na ONU” conta.

A projeto visa a construção de habitações capazes de acompanhar as diversidades ambientais utilizando matérias-primas naturais na construção, como madeira e terra, além de técnicas construtivas sustentáveis de taipa de pilão, taipa de mão e tijolo de adobe.

O jovem arquiteto também assina a criação do Protótipo de Autoconstrução Sustentável (Casa PAS), que funcionará como um projeto piloto construído em Aquiraz, Região Metropolitana de Fortaleza. A Casa utiliza princípios da arquitetura bioclimática, como iluminação e ventilação naturais, através do uso de energias renováveis, além de materiais reciclados também adaptados às características do clima cearense. Para erguer as paredes foram utilizados pneus e latinhas, já no teto, foram aplicadas telhas de Tetra Pak.

Além de servir como espaço para oficinas, workshops e treinamentos sobre arquitetura sustentável, a Casa está aberta para visitação guiada gratuita.

SERVIÇO

Visita guiada Casa PAS – protótipo de autoconstrução sustentável

Quando: diariamente, mediante agendamento

Onde: Condomínio Porto Lagoa (av. Manuel Feliciano de Lima, 4027 – Aquiraz, CE)