PUBLICIDADE
Ceará
NOTÍCIA

Semace orienta banhistas a não entrar no mar em praias com óleo

De 31 trechos analisados, 9 estão impróprios para o banho, localizados entre o Farol, no Serviluz, e o monumento dos jangadeiros, no Mucuripe.

19:27 | 27/09/2019
(Foto: Camila de Almeida/O POVO)

A Superintendência Estadual do Meio Ambiente (Semace) divulgou boletim nesta sexta-feira, 27, alertando que banhistas devem evitar praias com ocorrência de óleo, mesmo que o trecho esteja próprio para banho.

De 31 trechos analisados, 9 estão impróprios para o banho, localizados entre o Farol, no Serviluz, e o monumento dos jangadeiros, no Mucuripe. Praias da zona leste e centro são as mais próprias para banho, como as do Mucuripe, Meireles e de Iracema.

>>> Veja o boletim completo aqui

De acordom com a Resolução Conama n°274/2000, praias com alta proporção de coliformes termotolerantes ou que apresentam de forma recorrente nas amostras de água do mar examinas, são consideradas impróprias para banho.

>>> Para localizar as praias próprias no mapa da orla, clique aqui

Também há casos em que a praia é condenada sem a realização dos exames. Isso acontece quando são avistados resíduos sólido, como tufos e flocos de óleo no mar e na areia. “Pode não ter óleo na praia, na hora da coleta, e a praia vir a ser contaminada depois. Por isso, alertamos o banhista para que observe se há óleo na praia e, sendo o caso, que considere ele mesmo a praia imprópria para banho”, declara o gerente de Análise e Monitoramento da Semace, Gustavo Gurgel

Ao todo foram coletadas mostras de 35 praias dos litorais leste e oeste do Estado, com o objetivo de monitorar e medir o impacto ambiental causado pela mancha de óleo que atingiu o litoral cearense. A análise tem previsão de ser concluída nesta segunda-feira, 30, e está sendo realizado no laboratório da autarquia.