PUBLICIDADE
Ceará
Noticia

Turbina de avião pega fogo no aeroporto de Juazeiro do Norte; ninguém ficou ferido, mas voos foram cancelados

O voo G3 1561, da companhia aérea Gol, seguia para Guarulhos, em São Paulo, quando apresentou uma limitação técnica próximo à decolagem. Piloto teve que fazer pouso de emergência

10:51 | 02/09/2019
A turbina de um avião da GOL pegou fogo na manhã de ontem
A turbina de um avião da GOL pegou fogo na manhã de ontem(Foto: Leitor via WhatsAapp O POVO)

A turbina de um avião da Gol pegou fogo no Aeroporto Orlando Bezerra de Menezes, em Juazeiro do Norte, na manhã desta segunda-feira, 2. Ninguém ficou ferido, conforme informações da empresa, que também disse ter prestado assistência necessária aos passageiros. O voo G3 1561 partia em direção a Guarulhos, em São Paulo, quando apresentou uma limitação técnica próximo à decolagem, tendo que retornar para avaliação da equipe de manutenção. Ninguém ficou ferido.

Conforme informações do repórter Luciano Cesário, da CBN Cariri, que esteve no aeroporto nesta manhã, mais de 100 pessoas estavam na aeronave. O clima no local era de bastante tensão. Um dos passageiros contou à CBN que o avião chegou a decolar, mas retornou rapidamente. "Chegou cinco horas [o avião]. Quando a gente decolou, saiu um eco do chão, só ouvimos aquele 'tiro'. Levantamos vôo, mas o piloto foi excelente", relata. 

Confira o momento da explosão da turbina (vídeo: Fransciso Renato):

Ainda no aeroporto, os funcionários da empresa foram orientados a não cederem entrevistas. O saguão do aeroporto lotou rapidamente após o acidente. Filas enormes chegaram a se formar. Segundo o repórter, ninguém ficou ferido, mas vôos foram cancelados. A companhia aérea lamentou os transtornos. 

Após o acidente, filas intensas podiam ser vistas no saguão do aeroporto
Após o acidente, filas intensas podiam ser vistas no saguão do aeroporto (Foto: Luciano Cesário/ da rádio CBN Cariri)

Passageiros chegaram a registrar o momento que agentes atuaram no salvamento. O POVO Online recebeu os vídeos via redes sociais (vídeo: Fransciso Renato). Confira: