PUBLICIDADE
Ceará
NOTÍCIA

Justiça relaxa prisão de 100 supostos membros de facções criminosas

Na decisão é dito que "a autoridade policial deixou de colher elementos sobre a veracidade do que era afirmado pelos policiais"

01:30 | 18/07/2019

Atualizada às 15h38min

Foi determinado o relaxamento da prisão de 100 pessoas acusadas pelo Ministério Público do Ceará de integrarem facções criminosas no município de Caucaia (Região Metropolitana de Fortaleza). Os foragidos tiveram prisão revogada e os autos foram arquivados. A decisão colegiada da Vara de Delitos de Organizações Criminosas, publicada na última sexta-feira, 12, rejeita a denúncia do MPCE. A decisão judicial recente detalha que os "fragmentos de outros inquéritos" e relatórios de policiais não explicitam "as razões, ou informações, ou indícios, ou comprovações". No documento é dito que "a autoridade policial deixou de colher elementos sobre a veracidade do que era afirmado pelos policiais".

Na tarde desta quinta-feira, 18, MPCE enviou nota ao O POVO Online:

"Sobre a denúncia oferecida perante o juízo de Caucaia em julho de 2018, e recentemente rejeitada pela Vara de Delitos de Organizações Criminosas, o Gaeco se manifestará nos autos após ser intimado formalmente da decisão e analisar detidamente seus fundamentos, quando decidirá qual a estratégia jurídica mais adequada a ser adotada."

Lucas Braga