Participamos do

Restos mortais de Bárbara de Alencar devem ser exumados nesta quinta-feira

Momento acontecerá na Capela do distrito de Itaguá, em Campo Sales, onde Bárbara de Alencar está enterrada
08:53 | Jul. 25, 2019
Autor Wanderson Trindade
Foto do autor
Wanderson Trindade Repórter
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Uma das lideranças de movimentos separatistas durante o século XIX no Nordeste, Bárbara Pereira de Alencar terá realizada a exumação de seus restos mortais na manhã desta quinta-feira, 25. Comissão de cientistas, estudiosos e da Perícia Forense estará na capela do distrito de Itaguá, em Campos Sales, com a pretensão de reconstruir o corpo da avó do escritor José de Alencar.

“A finalidade é fazer a reconstrução facial de Dona Bárbara de Alencar”, explicou o presidente do Instituto Cultural do Cariri, Heitor Feitosa. “A partir disso teremos uma ideia mais exata de como era a face dela. Até então, as imagens que conhecemos são imaginárias, pinturas que Oscar Alencar criou”, continuou ele, que estará presente no evento.

Bárbara de Alencar é apontada como a primeira presa política do Brasil, sendo considerada heroína de movimentos como a Revolução Pernambucana e a Confederação do Equador. Nascida em Exu, Pernambuco, ela ficou conhecida como Dona Bárbara do Crato, por ter vivido por muito tempo na cidade cearense, onde casou e teve filhos.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Com informações do jornalista Amaury Alencar

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags