Logo O POVO+

Jornalismo, cultura e histórias em um só multistreaming.

Participamos do

Último episódio da série "Mainha: com a morte nos olhos" é lançado no O POVO+

No quarto episódio da série original do O POVO+ é retratado a morte do pistoleiro mais famoso do Nordeste, detalhes dos presentes ao sepultamento e as lacunas deixadas depois de dez anos

O quarto e último episódio da série original do O POVO+ "Mainha: com a morte nos olhos" está disponível para os assinantes da plataforma de streaming do O POVO. Nomeado de "Todo mundo sabia", o capítulo foi lançado na última quarta-feira, 3 de agosto, e conta a história a morte do pistoleiro, bastidores do sepultamento com ameaças dos familiares aos veículos de imprensa e como Mainha é lembrado atualmente. Assista o quarto e último episódio da série clicando aqui.

A série original do O POVO+ conta quem foi Mainha, pistoleiro e matador de aluguel que ficou famoso no Brasil na década de 1980 e foi considerado o maior do Nordeste. A obra foi comandada e dirigida pelos jornalistas Arthur Gadelha, Demitri Túlio e Luana Sampaio.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

De acordo com o sociólogo César Barreira, que teve contato com o pistoleiro, Mainha era contrário a pena de morte. "Eu perguntei um dia se ele era a favor da pena de morte. No primeiro momento disse que era, mas depois relutou e disse ser contra". Barreira conta no episódio que Mainha era contra por que sabia que apenas os pretos e pobres iam morrer com a condenação e que o pistoleiro justificada seus crimes pela ausência da justiça, se comparando com lampião. Assista o episódio "Todo mundo sabia" clicando aqui.

Mais de 15 pessoas e cinco cidades cearenses foram entrevistadas e visitadas para a produção dos episódios.

Assine o O POVO+ por R$11,90/mês 

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Os cookies nos ajudam a administrar este site. Ao usar nosso site, você concorda com nosso uso de cookies. Política de privacidade

Aceitar