Participamos do

Provedor da Santa Casa de Fortaleza expõe falta de recursos e critica Governo Federal

Unidade localizada em Fortaleza tem um déficit financeiro de R$ 2 milhões mensais

Com a falta de recursos públicos para suprir despesas, unidades de saúde Santas Casas, distribuídas em todo o Brasil, estão ameaçadas de ter suas atividades interrompidas. Atualmente, há 1.292 Santas Casas em todo o Brasil. A informação é do provedor da Santa Casa de Misericórdia de Fortaleza, Luiz Marques. Conforme ele, apesar de ter anunciado o repasse de R$ 2 bilhões para as unidades, o presidente Jair Bolsonaro não cumpriu com a promessa.

A Santa Casa vive, fundamentalmente, em função dos recursos que são transferidos pelo Ministério da Saúde para as filantrópicas e beneficentes, explicou o provedor em entrevista para a rádio O POVO CBN. "Nós temos uma receita mensal, através do SUS, da ordem de R$ 3 milhões. A nossa despesa é superior a R$ 5 milhões. Então, nós temos esse déficit enorme de R$ 2 milhões mensais", detalhou Luiz Marques.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Segundo o provedor, além dos recursos destinados pelo SUS, a Instituição se mantém apenas com a contribuição da população cearense, através da doação a partir das contas de água (Cagece) e luz (Enel). De acordo com ele, o dinheiro adquirido através das doações equivalem, em média, é de R$ 400 mil mensais. Mesmo assim, o valor ainda seria insuficiente para suprir os déficits.

Em 9 de abril, Bolsonaro vetou o Projeto de Lei, que carregava o nome do ator Paulo Gustavo e previa a destinação de R$ 3,8 bilhões para o setor cultural. Em justificativa, o presidente anunciou que os governadores poderiam se aproveitar da lei para repassar recursos para "figurões". Na época, Bolsonaro declarou que os recursos seriam repassados para o agronegócio e para as Santas Casas.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Os cookies nos ajudam a administrar este site. Ao usar nosso site, você concorda com nosso uso de cookies. Política de privacidade

Aceitar