Participamos do

Menino fotografado com árvore de Natal em lixão diz que quer ser jogador de futebol

A mãe do garoto disse ter ficado "surpresa" com a repercussão da imagem e, desde então, a família tem recebido doações
22:07 | Dez. 04, 2021
Autor Alice Araújo
Foto do autor
Alice Araújo Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

O jovem Gabriel Silva, de 12 anos, viralizou nas redes sociais, após ter sido fotografado encontrando uma árvore de Natal em meio aos entulhos de um lixão na cidade de Pinheiros, a 333 km de São Luís, no Maranhão. Depois da imagem repercutir nas redes sociais, o garoto continua sua vida simples, com esperança de um futuro melhor. Em entrevista recente, Gabriel afirmou que seu sonho é ser jogador de futebol.

"Eu gosto de estudar pra ter um futuro. Quero ser jogador de futebol pra fazer uma casa para minha mãe", disse o menino, que está no 5º ano do ensino fundamental, ao portal G1.

A mãe de Gabriel, a catadora Maria Francisca Silva, declarou ter ficado “surpresa” com a sensibilização que a foto causou. No dia em que o garoto foi fotografado, os dois estavam catando sucata no lixão da cidade. De acordo com a Defensoria Pública do Maranhão (DPE), cerca de 300 famílias sobrevivem diretamente do lixão, que funciona há cerca de 30 anos na zona rural do município de mais de 80 mil habitantes.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

“Fiquei surpresa dessa foto ter feito essa ‘viravolta’ na vida do meu filho e na nossa família. E fiquei feliz porque muitas pessoas ‘tá’ ajudando. A gente cata (sucata) porque não tem outro serviço e dá uma renda boa pra gente, boa no sentido de que dá pra gente sobreviver”, disse.

A foto feita por João Paulo Guimarães foi compartilhada pelo fotógrafo em suas redes sociais e, após viralizar, internautas se organizaram para realizar uma vaquinha virtual em prol do garoto e de sua mãe. De acordo com a catadora, eles têm recebido ajuda de muitas pessoas. Além de uma árvore nova, e outras doações arrecadadas, a vaquinha online conta, atualmente, com R$ 53.508,00, e deve finalizar o recebimento de doações em 15 dias.

O governo do Maranhão informou, por meio de nota, que o gerenciamento dos lixões é de responsabilidade das prefeituras municipais e que criou um auxílio de R$ 400 para os catadores.

De acordo com um recente relatório da Organização das Nações Unidas (ONU), lançado em setembro, o Maranhão é o estado em que mais pessoas vivem na miséria. Dados que são corroborados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), conforme informações do Índice de Perda de Qualidade de Vida (IPQV). O levantamento aponta que o estado tem a maior perda de qualidade de vida e o pior desempenho socioeconômico do país.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags