Participamos do

Enem: prova deste ano foi mais interpretativa, diz especialista

Alunos que tiveram bom desempenho nas provas de redação e matemática têm mais chances de conseguir aprovação no curso que desejam, segundo o professor
04:24 | Nov. 30, 2021
Autor Isabela Queiroz
Foto do autor
Isabela Queiroz Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

O segundo dia do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) ocorreu nesse domingo, 28. Os inscritos realizaram as provas objetivas de ciências da natureza e matemática e suas tecnologias. A prova deste ano teve uma pegada mais interpretativa mas, de forma geral, mais fácil que as anteriores, segundo o especialista Vinícius Machado, professor de Química.

Uma questão pode fazer a diferença na hora de tentar uma aprovação para as Universidades, destaca o professor. “O Enem gera uma nota para que o aluno possa usar no SISU, que é o Sistema de Seleção Unificada, e esse sistema que seleciona para as Universidades do País, então, o aluno tem duas batalhas, uma agora fazendo a prova para garantir uma boa nota e uma lá na frente no SISU. Mais do que nunca vai ser uma disputa muito acirrada, então uma questão a mais ou a menos vai fazer sim grande diferença", explicou em entrevista ao jornalista Farias Júnior, da rádio CBN Cariri.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

O especialista afirma ainda que as avaliações de ciências humanas e de linguagens foram provas cansativas, com muitos textos, e o aluno que se deu bem nela, e que sabe um pouco de natureza vai realmente ter uma nota mais significativa. "No entanto, o grande divisor de águas da prova do Enem são a redação e a matemática. Se o aluno consegue boas notas nessas duas áreas, a chance dele entrar no curso que ele deseja é maior", destaca.

Colunistas sempre disponíveis e acessos ilimitados. Assine O POVO+ clicando aqui

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags