PUBLICIDADE
Brasil
NOTÍCIA

"Aglomerasamba": festa com 400 pessoas é interrompida pela polícia

Foram apreendidas drogas e identificada a venda de bebidas alcoólicas. Tanto frequentadores como organizadores do evento foram conduzidos à delegacia da região, na Zona da Mata mineira

Leonardo Maia
19:01 | 06/07/2021
O evento clandestino reuniu mais de 400 pessoas (Foto: Divulgação/PCMG)
O evento clandestino reuniu mais de 400 pessoas (Foto: Divulgação/PCMG)

Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) encerrou um evento que reunia mais de 400 pessoas em um sítio em Juiz de Fora, cidade localizada a cerca de 260 km de Belo Horizonte, na Zona da Mata mineira. O evento, chamado de “Aglomerasamba”, aconteceu na madrugada dessa segunda-feira, 5.

Durante a abordagem, frequentadores e organizadores do evento foram conduzidos à delegacia. A polícia ainda apreendeu drogas, na posse de várias pessoas, mas a quantidade não foi divulgada em nota publicada no site oficial do órgão. No evento, ainda foi identificado a venda de bebidas alcoólicas e de comidas.

O delegado Rafael Gomes, responsável pela ação, criticou a ocorrência do evento durante a pandemia. “As pessoas estavam se divertindo, consumindo bebidas, drogas e cantando, com música ao vivo e tudo mais, como se nada estivesse acontecendo no País, demonstrando total falta de respeito às regras de convivência que neste tempo são necessárias", ponderou em nota.

Gomes ainda lamentou a escolha do nome do evento, o qual considerou uma “clara falta de respeito” aos mortos pela pandemia. A ação contou com aproximadamente 50 policiais, entre civis e militares, e servidores da prefeitura de Juiz de Fora. O delegado enfatizou que as forças de segurança pública do estado seguem monitorando eventos como esse, com intensificação das ações policiais.