PUBLICIDADE
Brasil
NOTÍCIA

Jovem negro é acusado por casal de pessoas brancas de roubar a própria bicicleta

O casal só voltou atrás nas acusações de roubo quando o homem, que não era dono da bicicleta, forçou a própria chave na tranca da bike e não abriu

19:33 | 14/06/2021
Matheus mostrou a chave do equipamento, sacou o celular e chegou a mostrar fotos antigas dele na bike, mas não adiantou (Foto: Reproduçã/Instagram @matheus_arpex)
Matheus mostrou a chave do equipamento, sacou o celular e chegou a mostrar fotos antigas dele na bike, mas não adiantou (Foto: Reproduçã/Instagram @matheus_arpex)

O instrutor de surf Matheus Ribeiro esperava a namorada na porta de um shopping no Rio de Janeiro, em sua bicicleta elétrica, quando foi abordado por uma casal de jovens o acusando de roubo. Matheus, que é negro, denuncia que foi vítima de racismo. O caso foi na tarde do último sábado, 12, data que marca o dia dos namorados no Brasil. As informações são do portal Extra.

A jovem, que é branca, tinha uma bicicleta semelhante e havia acabado de ser roubada nas proximidades do Leblon, Zona Sul do Rio de Janeiro. Ao ver o instrutor com a bicicleta igual a sua, acusou Matheus Ribeiro de roubo. “Você pegou essa bicicleta ali agora, não foi?”, perguntou. Mesmo após o jovem negar, ela continuou: “É sim, essa bicicleta é minha”.

Matheus mostrou a chave do equipamento, sacou o celular e chegou a mostrar fotos antigas dele no veículo elétrico, mas não adiantou. De acordo com o instrutor, o casal de brancos seguiu acusando, incisivamente, que ele havia roubado a bicicleta.

O casal só voltou atrás nas acusações de roubo quando um deles - o homem que acusava Matheus de roubo - forçou própria chave na tranca da bicicleta. O equipamento não abriu e, então, o casal pediu desculpas.

Em um desabafo nas redes sociais ele disse que estava “sem clima de amor” e compartilhou um vídeo do final da discussão, em que o rapaz pede "desculpas" pela acusação. "E pra você, que é 'pretin' igual eu, seja cuidadoso ao andar em lugares assim. Eles vão te culpar, pra depois verem o que aconteceu", disse o jovem.

Na manhã desta segunda, 14, o post já contava com mais de 33 mil curtidas e foi replicado por diversos perfis que denunciam casos de racismo. Ao responder um dos comentários, Matheus afirmou que prestará queixa contra o casal. A pena para o crime de injúria racial pode ser de um a seis meses de detenção ou multa. Já o crime de calúnia pode acarretar em detenção entre seis meses e dois anos, além de multa.