PUBLICIDADE
Brasil
NOTÍCIA

Ana Maria Braga revela ter sofrido assédio sexual de diretor de TV

Ana fez revelação durante entrevista ao programa Roda Viva nesta segunda-feira, 21. Após fugir do homem, apresentadora chegou a despencar de escada e quebrar o braço

09:06 | 22/09/2020
Ana Maria Braga foi entrevistada no programa Roda Viva na segunda-feira, 21  (Foto: Reprodução YouTube/Roda Viva)
Ana Maria Braga foi entrevistada no programa Roda Viva na segunda-feira, 21 (Foto: Reprodução YouTube/Roda Viva)

A apresentadora Ana Maria Braga disse ter precisado fugir de um diretor de TV que a assediou no passado. Na fuga, ela revelou ter despencado de uma escada e quebrado o braço. Ana relatou o caso durante entrevista ao programa Roda Viva (TV Cultura) na última segunda, 21.

Ela não citou nome do assediador, nem a empresa, nem o ano em que ocorreu. Mas, segundo a apresentadora, o homem nunca foi punido apesar de ela ter denunciado o caso para seu superior. 

Ana explicou como assédio aconteceu. Conforme o que ela relatou, o assédio não aconteceu fisicamente, porque eles estava na sala de um diretor. 

Antes do dia fatídico, o assediador havia pedido para Ana escrever um projeto para a televisão brasileira. "Fiz um projeto lindo. Fiquei 15 dias trabalhando no projeto. Acreditando que eu pudesse sair do programa da tarde e ter um programa a noite na televisão", contou.

O homem chegou a dizer que ela seria a "Hebe Camargo de amanhã, dependendo do que ela fizesse". "A Hebe já era a Hebe Camargo. Eu fiz um belo projeto jornalístico e levei", relembrou.

Sozinhos na sala do profissional, Ana Maria se viu em uma situação assustadora. "Quando levei [o projeto], ficou na mesa dele. Ele me olhou, levantou da mesa e veio para cima de mim. Fiquei absolutamente estupefata. Ele falou: 'Olha, venha cá'", detalhou.

"E eu fugi. Quando eu fugi da sala dele, saí com tanto ímpeto, que tinha uma escada. Despenquei da escada do nono andar até o oitavo, que era o departamento comercial. Alguém me socorreu e me acudiu. Eu quebrei o braço", relatou.

Ana decidiu denunciar diretor

Diante do acidente, Ana Maria decidiu denunciar o diretor. "Eram os Diários Associados na época. Eu fui e marquei uma reunião lá na rua Sete de Abril para falar daquele indivíduo para o chefe geral da nação que eu trabalhava", relembrou.

Vera Magalhães, apresentadora do Roda Viva, questionou se ela gostaria de dar nome do profissional e do veículo em que trabalhava na época. "Não há necessidade. Todo mundo já percorreu seu caminho. Um, pelo menos, já morreu. O outro eu não sei. Ficou como estava. Ele continuou sendo o que era lá [dentro]", lamentou.

A apresentadora do Mais Você relembrou que anos depois, quando dirigia o setor comercial das revistas femininas da Editora Abril, reencontrou seu assediador por acaso em um restaurante de São Paulo. "Quando ele olhou para mim, ele abaixou o olho e se mandou", encerrou.


> Você pode ver o relato aqui