PUBLICIDADE
Brasil
NOTÍCIA

Bolsonaro cancela agenda e passa mais de uma hora acenando para motoristas à margem de rodovia

O presidente permaneceu cerca de 1h10min em um posto da Polícia Rodoviária Federal (PRF) nas margens da via que liga São Paulo a Curitiba acenando para motoristas

Alan Magno
20:00 | 04/09/2020
O presidente passou cerca de 1h10min em um posto da Polícia Rodoviária Federal (PRF) nas margens da via que liga São Paulo a Curitiba acenando para motoristas (Foto: Marcos Corrêa/PR)
O presidente passou cerca de 1h10min em um posto da Polícia Rodoviária Federal (PRF) nas margens da via que liga São Paulo a Curitiba acenando para motoristas (Foto: Marcos Corrêa/PR)

O presidente da República, Jair Bolsonaro (Sem Partido), passou cerca de 1h10min acenando para motoristas as margens da via que liga São Paulo e Curitiba na tarde desta sexta-feira, 4. Ele possuía compromissos diplomáticos na cidade de Registro (SP), no Vale do Ribeira, mas cancelou o encontro por “problemas logísticos”, já que não poderia voar de helicóptero até a cidade por conta do tempo fechado.

Ele estava na casa da mãe na cidade de Eldourado, onde passou a infância. No município, ele apresentou um projeto de uma ponte sobre o rio Vieira como reforça à infraestrutura da Cidade. O presidente confraternizou com amigos de infância e família então se dirigiu para um posto da Polícia Rodoviária Federal (PRF) na rodovia Régis Bittencourt, ainda no Vale da Ribeira, de onde passou a acenar para os motoristas. 

Bolsonaro chegou no posto por volta das 13h10min, segundo apurou O Globo. Assim que chegou no local, ele foi recebido por agentes da PRF que o presentearam com um boné da corporação. Munido do boné e após uma sessão de fotos com os policiais, o presidente se colocou às margens da via para sinalizar para todos os motoristas. O filho 01, Eduardo Bolsonaro, o irmão Renato e o ministro da Justiça e Segurança Pública, André Mendonça, acompanhavam o presidente.

Parte dos veículos que trafegavam eram de apoiadores que buzinavam ao ver o presidente, alguns deles chegaram a parar os veículos em uma tentativa de falar com Bolsonaro. O fato gerou um congestionamento de cerca de 5km.

Os apoiadores se aglomeram diante do presidente e um grupo de 20 pessoas foi autorizado a se aproximar. Sem máscaras e sem respeito ao isolamento, eles interagiram com Bolsonaro com abraços, cumprimentos, elogios e fotos.