PUBLICIDADE
Brasil
Noticia

Campanha de vacinação contra gripe é prorrogada até dia 30 de junho

Vacina contra os vírus da gripe H1N1, H3N2 e Influenza B está disponível nos 113 postos de saúde de Fortaleza e em 56 escolas da Capital. Adiamento do término da campanha foi anunciado pelo Ministério da Saúde

Alan Magno
19:09 | 04/06/2020
Fotos da 3° etapa de vacinação contra a gripe H1N1, Posto de Saúde Dr. Luiz Carlos no Benfica. Foto: Foto: Aurélio Alves (Foto: Foto: Aurélio Alves)
Fotos da 3° etapa de vacinação contra a gripe H1N1, Posto de Saúde Dr. Luiz Carlos no Benfica. Foto: Foto: Aurélio Alves (Foto: Foto: Aurélio Alves)

A terceira e última fase da campanha de vacinação contra os vírus da gripe H1N1, H3N2 e Influenza B foi prorrogada até dia 30 de junho pelo Ministério da Saúde, a campanha inicial se encerraria no dia 5 deste mês. Em Fortaleza, os 113 postos de saúde da Capital funcionarão como pontos de vacinação, assim como 56 escolas escolhidas como pontos de apoio. A lista completa dos pontos de vacinação pode ser conferida aqui.

Nesta fase, o público-alvo são: pessoas com deficiência; crianças entre 6 meses a menores de 6 anos; gestantes; puérperas; professores de escolas públicas e privadas; pessoas de 55 a 59 anos de idade.

A primeira etapa priorizou os idosos com 60 anos ou mais e os trabalhadores de saúde. No segundo momento, a prioridade da vacina foi concedida aos profissionais das forças de segurança e salvamento, doentes crônicos, caminhoneiros, motoristas e cobradores de transporte coletivo, portuários e população indígena.

A primeira fase da 22ª edição da campanha, iniciada no dia 23 de março e finalizada no dia 15 de abril, atingiu 100% da meta estipulada pela Secretaria de Saúde, vacinando 1.161.434 pessoas. A segunda fase superou o esperado de vacinas aplicadas, com 193.425 pessoas imunizadas.

>> No Brasil, dez milhões ainda não se vacinaram contra gripe na segunda fase

A vacina contra gripe não é eficaz contra o novo coronavírus, mas ajuda os profissionais de saúde a obterem diagnósticos mais evidentes em relação ao Covid-19. A consequente diminuição dos casos de influenza H1N1, H3N2 e Influenza B facilita o diagnóstico de possíveis casos de coronavírus a partir de sintomas gripais fortes.

Calendário de vacinação

A Prefeitura de Fortaleza também tem implementado ação para garantir o funcionamento do calendário básico de vacinação. “Nesta etapa, as estratégias foram elaboradas para que as crianças não deixem de receber a vacina e não tenham seus esquemas vacinais atrasados, assim, quando voltarem às escolas, estarão protegidas contra a gripe e, principalmente, contra sarampo”, ressaltou a coordenadora de Imunizações da Secretaria da Saúde de Fortaleza, Vanessa Soldatelli.

Assim, as vacinas contra agentes da meningite do tipo A, C, W e Y, e a BCG (meningite tuberculosa), a Tríplice Viral (meningite por sarampo e caxumba), a Pentavalente (meningite por Haemofilos influenza b), bem outras vacinas de rotina também estão sendo disponibilizadas nos postos de saúde da Capital.