PUBLICIDADE
Brasil
NOTÍCIA

Em três horas, chove 50% do esperado para o mês; população deve evitar deslocamentos

Foram registrados pelo menos 320 acionamentos para enchentes, 47 para queda de árvores e 36 para desabamentos

Ismia Kariny
09:46 | 10/02/2020
Trecho da Marginal Tietê se tornou intransitável por causa do alagamento
Trecho da Marginal Tietê se tornou intransitável por causa do alagamento (Foto: Reprodução/TV Globo)

Forte temporal provoca alagamentos e queda de árvores na cidade de São Paulo, desde a noite do domingo, 9. Com a inundação de trechos das principais vias da cidade, as marginais Pinheiros e Tietê precisaram ser interditadas nesta manhã. O Corpo de Bombeiros e o Governo Estadual recomendam que a população evite sair de casa. As informações são do portal de notícias da UOL.

Em apenas três horas, a cidade registrou um acumulado de chuva equivalente a 50% do que era esperado para todo o mês de fevereiro. Conforme o secretário Estadual de Infraestrutura e Meio Ambiente de São Paulo, Marcos Penido, a chuva na madrugada e na manhã desta segunda-feira excedeu o limite do sistema de drenagem da capital. “O sistema funcionou até o limite, mas a chuva veio acima da capacidade. Temos de cuidar das emergências para evitar danos maiores".

Entre a meia-noite e as 8h45min, foram registrados pelo menos 320 acionamentos para enchentes, 47 para queda de árvores e 36 para desabamentos, segundo dados do Corpo de Bombeiros. O capitão da corporação, Marcos Palumbo, aconselhou que a população evite sair de casa. Alerta foi reforçado pelo secretário Marcos Penido: "não é o momento para deslocamentos", reiterou.

As chuvas afetaram linhas da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM), que começaram o dia com operação parcial. Já o metrô, assim como o aeroporto internacional de Guarulhos e o aeroporto de Congonhas, opera normalmente nesta manhã. As marginais Tietê e Pinheiros estão fechadas e apresentam pontos de alagamento. O serviço de rodízio municipal de veículos está suspenso para carros e caminhões.