PUBLICIDADE
Brasil
NOTÍCIA

Estudante cearense faz vaquinha para estudar nos Estados Unidos e promete devolver valor arrecadado para ONG de ensino

Alan Dias, 22, é estudante do ITA e foi aprovado na Universidade de Berkeley, no Vale do Silício, Califórnia. Ele precisa arrecadar R$ 120 mil para pagar o intercâmbio de seis meses

16:45 | 03/12/2019
Foto: Reprodução/ Instagram Alan Dias
Foto: Reprodução/ Instagram Alan Dias (Foto: Foto: Reprodução/ Instagram Alan Dias )

O estudante cearense Alan Dias, 22, aluno de Engenharia Mecânica do ITA (Instituto Tecnológico de Aeronáutica), está organizando uma vaquinha virtual para financiar um intercâmbio de seis meses na Universidade de Berkeley, na Califórnia. Para estimular doações, ele filiou-se à ONG Mais Educação e se comprometeu a devolver o valor arrecadado no financiamento coletivo para que outras pessoas tenham a mesma oportunidade.

A ideia é arrecadar R$ 120 mil, sendo R$ 80 mil para a taxa de inscrição e o restante para o custo de vida durante o período do curso. O prazo final para o pagamento da taxa é dia 16 de dezembro e até o momento Alan arrecadou pouco mais de R$ 45 mil.

Ele destacou que a ajuda veio inicialmente de familiares e amigos, mas que pessoas que ele não conhecia também começaram a ajudá-lo. Alan atua em diversas frentes para garantir sua participação no curso. “Estou em busca de uma bolsa de estudos equivalente a R$ 20 mil. O ensino nos Estados Unidos é de excelente qualidade, mas é muito mais caro do que no Brasil”, explica.

Conquistas 

Na escola, Alan passou por instituições públicas e particulares com bolsa integral. Quando estudava no Colégio Militar de Fortaleza, ele disputou diversas olimpíadas científicas e conquistou 18 medalhas em competições de Matemática, Física e Química.

Durante a graduação, o jovem lecionou Física em um cursinho para jovens de baixa renda. Seu primeiro trabalho na área de tecnologia foi na Startup Quero Educação, nascida no ITA e que oferece bolsas de estudo em faculdades de todo o Brasil.

Agora, aprovado em Berkeley, ele espera ter a oportunidade de ir para o intercâmbio e futuramente ajudar mais brasileiros.

Como ajudar?

Doações podem ser feitas via plataforma de financiamento coletivo Vakinha no link

Em vídeo, Alan conta detalhes sobre seu plano.