PUBLICIDADE
Brasil
Noticia

Silvio Santos é criticado por Federação Israelita após fazer saudação nazista em seu programa

O presidente da Federação Israelita do Estado de São Paulo (Fisesp) definiu a atitude como uma "brincadeira totalmente inapropriada"

16:38 | 05/11/2019
Silvio Santos é criticado por Federação Israelita após fazer saudação nazista.
Silvio Santos é criticado por Federação Israelita após fazer saudação nazista. (Foto: Divulgação/SBT)

O apresentador Silvio Santos se envolveu em mais uma polêmica durante seu programa dominical. Dessa vez, o dono do SBT fez uma brincadeira com a saudação nazista "heil Hitler" ao perguntar quem era o pai do líder do partido, Adolf Hitler, à plateia. O episódio foi ao ar na edição exibida no último domingo, 3.

Apesar de não ter sido feito em um tom hostil, o gesto, entretanto, não foi bem visto pelo público. Logo após a repercussão do caso, o presidente executivo da Federação Israelita do Estado de São Paulo (Fisesp), Ricardo Berkiensztat, se pronunciou sobre a atitude do apresentador.

"É uma brincadeira totalmente inapropriada. É um tema com o qual não se brinca, ainda mais Silvio Santos tendo origem judaica. Eu tenho certeza que ele não fez isso com intenção de macular a questão do nazismo ou como uma manifestação de ódio, mas é uma brincadeira totalmente inapropriada e sem sentido", disse Berkiensztat.

Vale ressaltar que o dono do SBT, além de ser descendente de judeus, é seguidor do judaísmo. O pai do apresentador, Alberto Abravanel, era imigrante grego e judeu sefardita, enquanto sua esposa, Rebeca Caro, era judia da região de Esmirna, hoje em dia parte da Turquia. Na época da Segunda Guerra Mundial, o povo judeu foi perseguido pelo exército de Hitler.

"Há determinados temas com os quais não se brinca e o nazismo é um deles. Até porque existem sobreviventes do Holocausto com bastante idade e que se sentem totalmente atingidos por isso", disse Berkiensztat.

A saudação "heil Hitler" foi muito usada por soldados e simpatizantes de Adolf Hitler, líder do partido Nazista. Em português, a expressão significa "Salve Hitler". "Ela era feita quando Hitler passava e se tornou um símbolo do nazismo", explicou.