PUBLICIDADE
Brasil
NOTÍCIA

Domingos Brazão é apontado como responsável por planejar homicídio de Marielle Franco

Documento enviado ao STJ aponta para plano de realizar um falso testemunho sobre o autor do crime como estratégia para desviar foco das investigações.

22:47 | 25/10/2019

O político Domingos Brazão é apontado pela Procuradoria-Geral da República (PGR) como responsável por planejar o assassinato da vereadora Marielle Franco. Em documento enviado ao Superior Tribunal de Justiça (STJ) a PGR afirma que ele "arquitetou o homicídio da vereadora Marielle Franco e visando manter-se impune, esquematizou a difusão de notícia falsa sobre os responsáveis pelo homicídio". As informações são do portal UOL.

O documento aponta para o plano de realizar um falso testemunho sobre o autor do crime como parte da estratégia do grupo. A declaração visava desviar o foco das investigações. Assinada por Raquel Dodge antes de deixar o cargo de procuradora-geral da República, o ofício acusa mais quatro pessoas por envolvimento em um suposto esquema que visava obstruir a investigação sobre o crime: Gilberto Ribeiro da Costa, agente aposentado da Polícia Federal; Rodrigo Jorge Ferreira, policial militar do Rio; Camila Moreira Lima Nogueira, advogada; e Hélio Khristian Cunha de Almeida, delegado da Polícia Federal.

Antes disso, na quinta-feira, 24, o delegado Antônio Ricardo Nunes, chefe do Departamento Geral de Homicídios e Proteção à Pessoa (DGHPP), afirmou que a Polícia Civil do Rio investiga uma possível participação do ex-deputado, mas negou que Brazão estivesse sendo oficialmente suspeito. "[Mas] Por enquanto, ele é considerado testemunha", destacou.

O advogado de Gilberto Costa classificou a acusação como "infundada e desconexa da realidade com tudo o que foi apurado pela Polícia Civil". Já a defesa de Hélio Khristian classificou como "absurda", afirmando que a investigação do Ministério Público constatou que não houve envolvimento do delegado no crime.

A advogada Camila Nogueira não quis comentar a acusação.

UOL não conseguiu contato com as defesas de Domingos Brazão e Rodrigo Ferreira.