PUBLICIDADE
Brasil
NOTÍCIA

PF combate grupo criminoso que planejava mortes de policiais

13:29 | 27/09/2019

Um grupo criminoso que, além de traficar drogas e armas, tinha um setor responsável por planejar mortes de policiais, agentes penitenciários e integrantes de facções inimigas, foi alvo de uma operação da Polícia Federal (PF). A quadrilha agia na região de Tocantina, no estado do Maranhão.

As investigações da Operação Letum partiram da apuração de um assassinato em junho, que levaram à identificação de um braço da organização criminosa responsável por eliminar rivais. Os investigadores identificaram aproximadamente 20 casos de homicídios cometidos pelo grupo.

Cerca de 100 policiais federais cumpriram 30 mandados de prisão preventiva e 25 de busca e apreensão nas cidades de São Luís, Vitória do Mearim e Imperatriz, no Maranhão; Palmas, no Tocantins; e Dourados e Três Lagoas, em Mato Grosso do Sul. As ordens judiciais foram emitidas pela 1ª Vara Criminal da capital maranhense.

Segundo a PF, o nome da operação, Letum, faz referência à personificação da morte na mitologia romana.