PUBLICIDADE
Brasil
Noticia

Plano de saúde causa polêmica após realizar festa para médicos com cenário de favela

A estrutura, montada dentro de um buffet, continha postes de madeiras emaranhados com fios de energias, lajes com churrasqueira, bares com tijolos e uma pia cheia de louça suja

O Povo
16:20 | 09/09/2019
 Plano de saúde causa polêmica após realizar festa para médicos com cenário de
Plano de saúde causa polêmica após realizar festa para médicos com cenário de "favela".(Foto: Reprodução/Instagram)

Uma festa promovida por uma filiada da empresa de plano de saúde Unimed em São José do Rio Preto, interior de São Paulo, na última sexta-feira, 6, causou polêmica nas redes sociais. Isso porque, em algumas das imagens compartilhadas nas redes sociais, foi possível ver que um dos cenários construídos para o evento, cujo tema foi "No País das Maravilhas", representava uma favela.

A estrutura, montada dentro de um buffet, continha postes de madeiras emaranhados com fios de energias, lajes com churrasqueira, bares com tijolos e uma pia cheia de louça suja. Além disso, internautas chamaram atenção para o fato de que os convidados eram servidos por pessoas negras.

Após a repercussão das imagens, o Conselho Municipal Afro de São José do Rio Preto divulgou uma nota de repúdio ao plano de saúde afirmando que "favela não é uma piada ou entretenimento". No texto, o conselho chama atenção para a "exposição distorcida da vida em uma comunidade" que foi apresentada no evento e ao racismo vigente devido parte do cenário fazer alusão a itens da cultura afro brasileira e a presença de pessoas negras servindo os convidados. "A vida nas periferias, assim como a vida da população negra não deve ser tratada de modo depreciativo, ou ser plano de fundo para piadas e diversão", dizia a nota.

Já internautas lamentaram a falta de sensibilidade da empresa. "Atender na favela tem muito médico que não quer, mas fazer stories achando a representação cênica da favela exótica eles adoram", afirmou um. "Que vergonha! Humilhar os pobres, banalizar a pobreza, a desigualdade, reescravizar o negro", escreveu outra.

Em nota, a assessoria da Unimed afirmou que os responsáveis por montar o cenário utilizaram de recursos lúdicos com a intenção de "despertar uma reflexão crítica a partir da representação de um mundo aparentemente sem sentido". De acordo com a empresa, a ideia de trazer as comunidades tinha como objetivo "lembrar aos participantes que existem muitos constastes sociais no país".

Além disso, a Unimed também ressalta que pessoas que não participaram do evento acabaram distorcendo os fatos se baseando apenas em interpretações errôneas. A empresa finaliza o texto afirmando que "reitera o compromisso com a verdade e transparência".