PUBLICIDADE
Brasil
NOTÍCIA

Policial militar morre com tiro na cabeça em confronto com criminosos em Porto Alegre

Essa foi a terceira morte na corporação em duas semanas. No dia 28 de junho, dois policiais foram baleados em uma abordagem rotineira

11:36 | 10/07/2019

Um policial militar gaúcho morreu, na madrugada desta quarta-feira, 10, após ser atingido por um tiro na cabeça. A morte aconteceu após confronto com criminosos na zona sul de Porto Alegre. De acordo com informações do site GaúchaZH, os suspeitos estavam em um veículo Fiesta roubado.

Gustavo de Azevedo, 26, ainda chegou a ser encaminhado para o Hospital de Pronto Socorro (HPS), mas não resistiu aos ferimentos. Essa foi a terceira morte na corporação em duas semanas. No dia 26 de junho, dois policiais entraram em um beco para fazer uma abordagem de rotina, mas foram recebidos a tiros e morreram durante atendimento médico.

As investigações indicam que os suspeitos que mataram o policial nesta quarta deixaram o veículo roubado no local e fugiram a pé. O carro teria sido roubado na mesma noite na rua Álvaro Guterres, a cerca de cinco quilômetros. Uma mulher, que também estaria no momento do crime, foi levada para prestar depoimento.

Homenagens

O governador gaúcho, Eduardo Leite (PSDB), lamentou, em sua conta pessoal no Twitter, a morte do soldado. “Com tristeza, apresento minha solidariedade à sua família e aos seus colegas da nossa valorosa Brigada. Os criminosos não ficarão impunes”, pontua.

O perfil oficial da Brigada Militar no Facebook também se manifestou contra o crime. A corporação lamentou as mortes recentes. “A tropa que ainda tenta se recuperar da perda de colegas no final do mês passado, amanhece com o peito vazio novamente”.

Redação O POVO Online