PUBLICIDADE
Brasil
NOTÍCIA

Exército brasileiro homenageia oficial do exército nazista

08:08 | 02/07/2019
O major fez parte do exército nazista
O major fez parte do exército nazista(Foto: EB/Twitter/Divulgação)

O Exército Brasileiro publicou em site e contas oficiais no Twitter e Facebook homenagens ao major alemão Eduard Ernest Thilo Otto Maximilian von Westernhagen, que integrou o exército nazista na Segunda Guerra Mundial, veio ao Brasil para um curso e, em 1968, foi assassinado no Rio de Janeiro. A postagem era o principal assunto do Twitter na noite desta segunda-feira, 1º.

"Prestamos hoje homenagem ao oficial de nação amiga, Major do Exército Alemão Otto Maximilian, aluno da Escola de Comando e Estado-Maior do Exército que, em 1º de julho de 1968, foi assassinado no Brasil", diz o trecho.

O Exército informou que o major foi morto com dez tiros à queima-roupa. "O crime teve grande repercussão em todos os jornais do Brasil da época. A verdade foi totalmente esclarecida apenas 19 anos após a morte do Major Otto, no livro “Combate nas Trevas”, de Jacob Gorender, Editora Ática, 1987. Pela primeira vez, constava em um registro que terroristas do Comando de Libertação Nacional (Colina) realizaram o atentado". 

No texto de homenagem ao oficial nazista, é destacado que “ao perpetuar a memória do Major Otto von Westernhagen, o Exército Brasileiro presta uma justa homenagem ao primeiro oficial da Alemanha a cursar a escola. Um sobrevivente da 2ª Guerra Mundial e das prisões totalitárias soviéticas, cuja vida foi encurtada por um ato terrorista insano e covarde”, descreve o texto.

Vale lembrar que o Exército Brasileiro, ironicamente, lutou contra os nazistas na Segunda Guerra Mundial, mesmo que o governo da época simpatizasse com o fascismo.

Leia outro trecho da homenagem do EB:

Atualmente, a ECEME possui uma sala de aula que recebe o nome do Major Otto, com uma placa de bronze em sua homenagem. Mesmo não tendo concluído o curso, em virtude de sua morte prematura, o nome do Major Otto está presente nos registros oficiais da tradicional e centenária escola. 

Ao mesmo tempo, o Exército Brasileiro também homenageia todos os oficiais de nações amigas que abdicam do conforto de suas terras natais para vir ao Brasil e fortalecer os laços de amizade e de cooperação entre nossas nações e buscar o autoaperfeiçoamento.

O nome do Major Otto não permanece apenas gravado em placas de bronze, mas sempre será lembrado pelo Exército Brasileiro a fim de fortalecer o princípio constitucional de repúdio ao terrorismo. 

Redação O POVO Online

TAGS