PUBLICIDADE
Notícias
FEMINICÍDIO

Carlos Bolsonaro diz que, se empresária tivesse arma em casa, teria evitado agressões

O vereador defendeu que a defesa pessoal dentro de casa deve ser tratada como prioridade urgente no Congresso Nacional

14:46 | 19/02/2019
O vereador Carlos Bolsonaro (PSC-RJ) usou as redes sociais para afirmar que o Congresso Nacional deve priorizar a defesa pessoal em casa. (Foto: SERGIO LIMA / AFP)
O vereador Carlos Bolsonaro (PSC-RJ) usou as redes sociais para afirmar que o Congresso Nacional deve priorizar a defesa pessoal em casa. (Foto: SERGIO LIMA / AFP)

O vereador Carlos Bolsonaro (PSC-RJ) afirmou que, se a empresária Elaine Perez, de 55 anos, tivesse uma arma de fogo em casa, ela teria evitado as agressões sofridas pelo advogado Vinícius Batista Serra, de 27 anos. O texto do filho do presidente foi publicado na noite da última segunda-feira, 18, no Twitter do vereador carioca.

Elaine foi agredida em casa, na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro. Ela foi atacada enquanto dormia e espancada por cerca de quatro horas. O caso veio à tona no último domingo, 17.

No post, Carlos disse ainda que o Congresso Nacional deveria tratar como prioridade a defesa pessoal dentro de casa. 

Confira o post do vereador na íntegra: 

O caso

A empresária carioca Elaine Perez foi agredida enquanto dormia em seu apartamento. As agressões duraram cerca de quatro horas. A vítima conheceu agressor nas redes sociais e mantinha contato com ele há aproximadamente oito meses.

Ela está internada em um hospital particular do Rio de Janeiro. Elaine passou por exames de tomografia, que constataram fraturas em todo o rosto.

Após as agressões, Vinícius tentou fugir, mas foi barrado na recepção do prédio. A Polícia trata o caso como flagrante por feminicídio.

 

 

 

Jullie Vieira