PUBLICIDADE
Olimpíadas
NOTÍCIA

Primeiras medalhas da Olímpiada serão entregues já nesta sexta, uma delas pode ser do Brasil

A primeira medalha brasileira em Tóquio 2021 pode sair às 3h30, horário de Brasília, na disputa de tiro esportivo de pistola de ar 10m, com Felipe Wu, prata na Rio-2016

12:11 | 23/07/2021
Felipe Wu é a esperança de primeira medalha em Tóquio 2021, com a pistola de Ar 10m. Na Rio-2016, o atirador ganhou medalha de prata
 (Foto:  Wander Roberto/Exemplus/COB)
Felipe Wu é a esperança de primeira medalha em Tóquio 2021, com a pistola de Ar 10m. Na Rio-2016, o atirador ganhou medalha de prata (Foto: Wander Roberto/Exemplus/COB)


As primeiras medalhas dos Jogos Olímpicos de Tóquio já começam a ser entregues na noite desta sexta-feira, 23, no horário de Brasília, algumas horas depois da cerimônia de abertura. A primeira, será do tiro esportivo, com a final feminina da carabina de ar 10m programadas para 22h45. No decorrer da madrugada e começo da manhã do dia seguinte mais medalhas devem sair, um inclusive pode vir para o Brasil, no tiro esportivo masculino.

Outras modalidades também terão pódio, ao longo da madrugada e manhã. Tiro com arco, esgrima, ciclismo de estrada, taekwondo, levantamento de peso e judô já vão ter alguns atletas premiados. O dia de competição, noite aqui no Brasil, começa com a disputa carabina de ar 10m feminino, às 22h45min. A prova tem como favoritas as indianas Apurvi Chandela e Elavenil Valarivan, juntamente de Mary Carolynn Tucker, dos Estados Unidos.

LEIA MAIS| Jogos das Olimpíadas ao vivo hoje, 3º dia; onde assistir e programação

O vôlei masculino brasileiro estreia logo depois às 23h05min. O Brasil pode ser pódio em seguida com a pistola de ar 10m. A prova, programada para às 3h30, de Brasília, terá a participação de Felipe Wu, que ficou com a prata no Rio-2016 ficou com a prata e foi o primeiro do país a compor o quadro de medalhas. Além dele, o iraniano Javad Foroughi, os indianos Saurabh Chaudhary e Abhishek Verma e o servio Amir Mikec também aparecem como concorrentes ao pódio.

Às 1h50, será a vez do levantamento de peso feminino na categoria até 49kg. Na modalidade, o Brasil será representado por Nathasha Rosa. A indiana Saikhom Mirabai Chanu e a chinesa Hou Zhihui são os nomes de destaque da prova.

LEIA MAIS| Tóquio 2021: a olimpíada mais sustentável da história

O tiro com arco terá disputa por medalha de equipes mistas a partir das 4h25. A Coreia do Sul é apontada como forte postulante, mas Estados Unidos e Itália também têm índices vistosos. Na modalidade, a brasileira Ane Marcelle se classificou na 33ª posição na etapa do ranqueamento do tiro com arco.

LEIA MAIS| Olimpíada: Ane Marcelle se classifica como 33ª no tiro com arco

O Judô tem chances de medalha na sequencia da programação. Por volta das 6h18min às 7h20min, os atletas disputam o pódio com o começo da segunda sessão de lutas. Na esgrima, as finais começam às 7h55 de sábado, com grandes chances com Nathalie Moellhausen, campeã mundial em 2019. Nos Jogos do Rio de Janeiro, Nathalie chegou às quartas de final, obtendo o melhor resultado da esgrima brasileira.