PUBLICIDADE
Olimpíadas
NOTÍCIA

Olimpíadas de Tóquio: Simone Biles é substituída durante a final por equipes na ginástica

Após errar no salto e ter uma nota abaixo de seu padrão, Simone abandonou por alguns minutos o local de competição e voltou pouco depois já com o status de substituta

09:30 | 27/07/2021
Simone Biles, dos Estados Unidos, competia no evento de salto da final da equipe feminina de ginástica artística durante os Jogos Olímpicos de Tóquio 2020  (Foto: Martin BUREAU / AFP)
Simone Biles, dos Estados Unidos, competia no evento de salto da final da equipe feminina de ginástica artística durante os Jogos Olímpicos de Tóquio 2020 (Foto: Martin BUREAU / AFP)

Atualizada às 9h45min

A americana Simone Biles foi substituída nesta terça-feira, 27, durante a final por equipes da ginástica artística dos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020. A substituição foi anunciado após um resultado no salto que ficou abaixo de seu padrão habitual (nota: 13.766).

A atleta foi a última ginasta da equipe a competir no salto e acabou errando no ar. Ela não reproduziu o salto anunciado, realizando uma pirueta a menos. O erro forçou Simone a ter uma aterrissagem problemática e quase caiu. Com a nota, abaixo do padrão da ginasta, ela então foi retirada dos outros aparelhos, ficando na reserva da equipe dos Estados Unidos.

Clique na imagem para abrir a galeria

A estrela da ginástica, que conquistou quatro medalhas de ouro nos Jogos Rio-2016, abandonou por alguns minutos o local de competição, mas voltou pouco depois já com o status de substituta para as barras assimétricas e os outros dois aparelhos do programa (solo e trave). 

Segundo a Federação Americana de Ginástica, Simone deixou a prova por um problema médico. "Simone saiu da final por equipes devido a um problema médico. Ela será avaliada diariamente para determinar a liberação médica para competições futuras", afirma um comunicado à AFP.

LEIA MAIS: "Sinto que tenho o peso do mundo nos ombros", desabafa ginasta Simone Biles

Na segunda-feira, 26, a atleta desabafou nas redes sociais afirmando sentir o "peso do mundo em suas costas. Na classificação, ela cometeu erros em todos os aparelhos, mesmo assim, finalizando a etapa em primeiro lugar, seguida pela brasileira Rebecca Andrade. 

Com informações da AFP