PUBLICIDADE
Olimpíadas
NOTÍCIA

"Sinto que tenho o peso do mundo nos ombros", desabafa ginasta Simone Biles

A ginasta teve erros em todos os aparelhos em que competiu, mesmo assim, terminou na primeira colocação do individual

13:24 | 26/07/2021
Simone Biles, estrela da ginástica artística (Foto: Loic VENANCE / AFP)
Simone Biles, estrela da ginástica artística (Foto: Loic VENANCE / AFP)

A estrela norte americana Simone Biles fez um desabafo nas redes sociais nesta segunda-feira, 26. Em sua classificatória no domingo, a ginasta teve falhas em todos os aparelhos, mesmo assim conseguiu vagas nas finais da ginástica artística da Olimpíada de Tóquio 2020. Simone revelou se sentir pressionada e que, geralmente, consegue lidar com o "peso do mundo" sobre seus ombros.

"Não foi um dia fácil ou meu melhor, mas consegui superá-lo. Eu realmente sinto que às vezes tenho o peso do mundo sobre meus ombros. Eu sei que eu ignoro e faço parecer que a pressão não me afeta, mas às vezes é difícil hahaha! As olimpíadas não são brincadeira! MAS estou feliz que minha família foi capaz de estar comigo virtualmente eles significam o mundo para mim!", disse ela nas redes sociais. 

LEIA MAIS| "Baile de favela" e show na Olimpíada: Rebeca Andrade disputará três finais em Tóquio

Simone Biles deixou o domingo visivelmente chateada, sem falar com a imprensa americana. Mesmo aplaudida por outras atletas, a ginasta não gostou do que apresentou. Ela acabou saindo do tablado durante sua apresentação do solo, custando 0,3 pontos na nota. No salto, seu aparelho mais dominante, também saiu da área de aterrisagem e teve uma apresentação nas barras assimétricas considerada conservadora.

Simone terminou em primeiro lugar no individual, seguida pela brasileira Rebeca Andrade. A estrela dos Estados Unidos disputa sua primeira medalha nesta terça-feira, às 7h45, horário de Brasília, junto de suas companheiras, na disputa por equipes.

Brasil na ginástica

A ginasta brasileira Rebeca Andrade brilhou nas apresentações na Olimpíada de Tóquio. Ela disputará três finais: salto, solo e individual geral - nesta última, a atleta teve a segunda maior pontuação, ficando atrás apenas da estrela da equipe dos Estados Unidos, Simone Biles. O Brasil terá ainda Flavinha na decisão da trave.