PUBLICIDADE
Mais Esportes
NOTÍCIA

Americanos mostram receio em voltarem a assistir eventos esportivos

Pesquisa da Universidade de Seton Hall revela que maioria dos americanos não se sentem confortáveis de ir a eventos esportivos, sem a criação de uma vacina

09:40 | 11/04/2020
Partida entre Golden State Warriors e Los Angeles Clippers, válida pela NBA      Caption
Partida entre Golden State Warriors e Los Angeles Clippers, válida pela NBA Caption (Foto: AFP)

Uma ampla maioria de americanos teria receio de ir a eventos esportivos até que seja criada uma vacina para o novo coronavírus, segundo pesquisa realizada pela Universidade de Seton Hall.

Com todas as maiores ligas esportivas dos Estados Unidos suspensas devido à pandemia, competições profissionais como a NBA, a liga de basquete, e a MLB, a liga de basebol, exploram diversos cenários sobre quando poderão retomar suas atividades de maneira segura.

Contudo, os resultados da pesquisa realizada por Seton Hall revelaram um profundo receio entre os americanos de voltar a frequentar os estádios.

A pesquisa, respondida por 762 pessoas entre 6 e 8 de abril, concluiu que 72% dos entrevistados não se sentiriam seguros de frequentar um evento esportivo até que uma vacina contra a COVID-19 seja criada.

Já 40% dos entrevistados acreditam que o esporte profissional não deveria ser retomado no país em 2020, enquanto que 76% responderam que manteriam o mesmo nível de interesse nas competições caso fossem transmitidas por televisão sem público nos estádios.

Por outro lado, 76% das pessoas consideram que a suspensão das competições esportivas foi feita no momento certo, enquanto 84% apoiam a decisão do Comitê Olímpico Internacional de adiar os Jogos Olímpicos de Tóquio-2020 para o ano que vem.

Os Estados Unidos registram mais de 475.000 casos de contágio confirmados de COVID-19, o mais alto número do mundo, e mais de 17.900 mortes, de acordo com o último balanço publicado pela Universidade Johns Hopkins.