Logo O POVO+

Jornalismo, cultura e histórias em um só multistreaming.

Participamos do

Conheça Victor Hugo, cearense bicampeão mundial de jiu-jitsu em 2022

Nascido em Fortaleza, o atleta iniciou a trajetória na modalidade aos 14 anos. Neste ano, conquistou o bicampeonato mundial, nos Estados Unidos

“Sempre pratiquei algum esporte, mas nunca me dei bem em nenhum”, revela Victor Hugo Costa, atual bicampeão mundial de jiu-jitsu. Ele conta que buscou se destacar e, com o passar do tempo, o esforço resultou em vitórias. O cearense conquistou, na última semana, seu segundo título mundial como faixa preta na categoria super-pesado (acima de 100kg). A competição aconteceu entre os dias 2 e 5 de junho de 2022 na Califórnia, nos Estados Unidos.

“A vida de um atleta em nosso país de uma maneira geral é muito difícil, ainda mais porque o jiu-jitsu é um esporte que ainda não se tornou olímpico. Isso fez com que muito novo eu tivesse que sair do seio familiar para enfrentar os desafios de ser atleta em outro país com uma língua e cultura diferente. Mas, atualmente vejo o retorno desses sacrifícios me tornando um atleta de ponta, professor e agora, com minha própria academia, também empreendedor”, relata o competidor em entrevista ao Esportes O POVO.

Victor Hugo começou no jiu-jitsu aos 14 anos, em 2012, na academia DBK no Centro de Fortaleza. Foi aluno do Professor Ricardo Costa até 2016, quando obteve nos Estados Unidos o primeiro título mundial nas categorias adulto, faixa-roxa, peso e absoluto. Logo após a conquista, recebeu o convite para morar nos EUA como bolsista da Universidade do jiu-jitsu da equipe Ribeiro Jiu Jitsu. Na época, Victor Hugo estudava nutrição, mas decidiu seguir seu sonho de se tornar um competidor profissional. Atualmente, além de atleta, é professor da equipe Six Baldes.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Pai de Victor, Marcos Robério conta que o filho sempre foi incentivado a praticar vários esportes até que encontrou no jiu-jitsu sua realização. “Sempre foi incentivado a praticar esportes, dentre eles futsal, basquete, judô, entre outros, mas só aos 14 anos conheceu o esporte que lhe daria projeção internacional: o jiu-jitsu. Nas faixas coloridas sempre se destacou obtendo vários títulos até chegar a faixa preta e consolidar seu potencial na arte suave", disse ao Esportes O POVO.

Foram vários títulos conquistados desde as faixas coloridas. Victor Hugo foi duas vezes campeão brasileiro (2015 e 2016) e uma vez campeão sul-americano. Conquistou também o Grand Slam da Federação Internacional de Jiu-Jitsu Brasileiro (IBJJF), European Open, Brazilian Nacional, Pan-Americano e Mundial, quando era faixa marrom, tanto na categoria de peso quanto na absoluta. Obteve ainda em sua trajetória sete títulos mundiais, sendo cinco deles com kimono (Gi) e dois sem (No Gi).

Atualmente, Victor Hugo mora e treina em Austin, nos Estados Unidos. Ele também abriu a própria academia na cidade de Lake Travis. Os treinamentos são diários com duração de cerca de duas horas, além de musculação e yoga.

Victor Hugo está confirmado no ADCC 2022, em Abu Dhabi, no Emirados Árabes Unidos, considerado o maior evento de luta agarrada do mundo (sem kimono), com data prevista para os dias 17 e 18 de setembro de 2022 em Las Vegas-EUA. Ele também disputará o Grande Prêmio dos pesos pesados promovido pela IBJJF, que deve acontecer em agosto de 2022 e o Campeonato Mundial de No Gi (jiu-jitsu sem kimono) no final do ano.

O cearense de 25 anos almeja continuar competindo em alto nível como um propósito não só pessoal, mas de ser inspiração para jovens atletas. “Continuar competindo em grandes eventos e tentar sempre me manter entre os atletas de melhor nível da modalidade e acima de tudo poder ser, através do jiu-jitsu, um diferencial positivo na vida dos meus alunos e pessoas que acompanham e se identificam com a minha carreira no esporte, contribuindo para uma evolução mútua como atleta e ser social”, projeta.

 

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Os cookies nos ajudam a administrar este site. Ao usar nosso site, você concorda com nosso uso de cookies. Política de privacidade

Aceitar