Participamos do

Hamilton vibra com vitória histórica no GP de São Paulo: "Nunca podemos desistir"

Após punições e largada em 10º lugar, heptacampeão mundial supera Verstappen e conquista triunfo no Brasil: "Parece que foi a primeira vez que venci"
19:28 | Nov. 14, 2021
Autor Gazeta Esportiva
Foto do autor
Gazeta Esportiva Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Lewis Hamilton fez história neste fim de semana em Interlagos. Desbancando Max Verstappen, seu principal rival pelo título de 2021, o piloto da Mercedes levou o público que compareceu em Interlagos à loucura ao largar em décimo neste domingo, 14, e cruzar a linha de chegada na primeira colocação, um desfecho improvável para quem recebeu duas punições da FIA.

Por ter trocado o motor de combustão interna de seu carro, Hamilton começou o fim de semana já sabendo que perderia cinco posições no grid de largada do Grande Prêmio de São Paulo. Como se não bastasse, o heptacampeão mundial também foi punido por irregularidade em sua asa móvel, sendo obrigado a começar a Sprint Race, que definiu o grid de largada da corrida de domingo, em último.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

“Acho que mostrei para todos que nunca podemos desistir. Temos sempre que continuar lutando, nunca podemos parar de lutar. Foi assim que pensei neste fim de semana. Parece que foi a primeira vez que venci uma corrida, porque fazia muito tempo que não chegava em primeiro”, disse Hamilton.

De fato, fazia muito tempo que o heptacampeão mundial não subia no lugar mais alto do pódio. A última vitória de Hamilton havia sido em Silverstone, na Inglaterra. Para acabar com a seca de triunfos, o piloto britânico foi inspirado por uma lembrança resgatada por seu pai, Anthony Hamilton.

“Meu pai me lembrou de 2004, na Fórmula 3, quando larguei em décimo e terminei em primeiro. Então, essa vitória foi para o meu pai”, prosseguiu.

Hamilton, que já declarou diversas vezes seu amor pelo Brasil, não esqueceu de agradecer à torcida. Os mais de 60 mil fãs que estiveram em Interlagos vibraram como se um piloto brasileiro estivesse na pista, e o heptacampeão mundial enalteceu todo esse apoio vindo das arquibancadas.

“É um país maravilhoso. Sou muito grato pelo suporte incrível que tive durante o fim de semana. Não vencia desde Silverstone, desde então foi muito difícil. Ouvir esse apoio durante o fim de semana foi muito bom. Obrigado, Brasil. O time fez um trabalho incrível, Valtteri [Bottas] fez um trabalho incrível, tudo isso para somarmos o máximo de pontos possível. Estivemos sempre indo por mais, o máximo que podíamos”, concluiu Hamilton.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags