PUBLICIDADE
NOTÍCIA

Governo do Chile assegura realização de final da Libertadores

Em coletiva, ministra de Esportes garante decisão entre River Plate e Flamengo

15:34 | 30/10/2019
Flamengo e River Plate se enfrentaram na fase de grupos da Libertadores 2018
Flamengo e River Plate se enfrentaram na fase de grupos da Libertadores 2018 (Foto: AFP)

A ministra chilena de Esportes garantiu que o governo apoia a manutenção da final da Libertadores em Santiago. A partida entre River Plate e Flamengo está marcada para ocorrer no dia 23. Em virtude dos conflitos populares no Chile, a Conmebol cogitou mudar a sede da decisão. Entretanto, Cecília Perez, ministra de Esportes, afirma que o país tem condições de assegurar segurança para o acontecimento do jogo.

“O governo nos deu total apoio para realizar a final da Libertadores em Santiago. O futebol pode ser uma boa chance para unir”, afirmou Cecília Perez em coletiva de imprensa.

Apesar do clima tenso no Chile, a entidade sul americana não considerava mudança de sede para a decisão de River e Flamengo. Porém, com o cancelamento do Fórum de Cooperação Asia-Pacífico (APEC) e da conferência do clima da ONU, a COP-25, que seriam realizados nos dias 16 e 17 de novembro e de 2 a 13 de dezembro, respectivamente, a Conmebol cogitou que o jogo não fosse realizada na capital chilena.

O Paraguai, sede da final da Copa Sul-Americana, chegou a se oferecer para realizar o jogo entre River Plate e Flamengo. Euclides Acevedo, ministro do Interior do país, ratificou nesta quarta que Assunção estaria apta a sediar o confronto final da Libertadores.

Em entrevista depois da vitória do River Plate sobre Colón, Gallardo comentou sobre final: