Participamos do

Vojvoda sobre a derrota do Fortaleza diante do Bahia: "o responsável sou eu"

O técnico argentino amenizou as críticas sobre o desempenho de Marcelo Boeck e assumiu a responsabilidade do revés diante do Esquadrão
16:02 | Set. 05, 2021
Autor Horácio Neto
Foto do autor
Horácio Neto Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

O Fortaleza foi derrotado por 4 a 2 contra o Bahia, no Pituaçu, no último sábado, 4, pela 19ª rodada do Campeonato Brasileiro. O treinador Juan Pablo Vojvoda, em coletiva pós-jogo, assumiu a responsabilidade do resultado negativo no clássico nordestino e amenizou as falhas do goleiro Marcelo Boeck.

“O responsável sou eu, não quero desligar a minha responsabilidade. O mais responsável é o treinador e nesse caso sou eu. (...) Os goleiros estão expostos ao erro, é parte da sua profissão. (...) O goleiro é uma posição muito difícil, acredito que Marcelo, Felipe e Max são bons goleiros e cada um tem suas características para atuar da melhor maneira”, afirmou o técnico do Leão.

Fazendo uma análise do Fortaleza no confronto, o técnico argentino disse que o primeiro tempo esteve em “condições de igualdade”, apesar de ir para o intervalo perdendo por 1 a 0. De acordo com o comandante tricolor, na segunda etapa o time melhorou mesmo levando mais dois gols, porém o quarto tento de Rodallega foi um “duro golpe” para reação da equipe.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

“O primeiro tempo eu acho que foi uma partida com condições de igualdade e o adversário conseguiu a vantagem. No segundo tempo, o time melhorou apesar de ter recebido mais dois gols. O time sempre, apesar de estar perdendo por 3 a 0, esteve na partida. Levou três gols, mas o quarto gol do adversário foi um golpe duro para nós. Sempre se tem que aprender que a derrota dói, mas sempre temos que ficar orgulhosos com a reação do time quando perdia por 3 a 0 e melhorar os detalhes que hoje marcaram o diferencial de quatro gols”, revelou Juan Pablo.


Com o revés, o Fortaleza chegou ao seu quinto jogo seguido sem vitória. Foram quatro empates e uma derrota, um confronto na Copa do Brasil e quatro pela Série A. Juan Pablo reconheceu a sequência negativa, mas alegou que no embate contra o Esquadrão foi o único destes do recorte que o adversário superou o Leão em gols e certos momentos da partida.

“Um time sempre quer ganhar, a vitória sempre dá muita confiança, nós entramos em uma partida sempre para ganhar. É verdade que estamos há cinco jogos sem conseguir a vitória, mas também é verdade que, se analisar jogo por jogo, teria que ver qual adversário superou o Fortaleza. Hoje fomos superados pelo adversário em gols e talvez fomos superados em determinado momento do jogo, mas acredito que não foi assim em todos os outros cinco jogos. Nos outros cinco jogos se conseguiram quatro empates e nos empates, as vezes se merece ganhar, outras perder”, disse o treinador argentino.

O Fortaleza busca a recuperação no próximo confronto da Série A, contra o líder Atlético-MG, na Arena Castelão, no domingo, 12, às 16 horas, em duelo válido pela 20ª rodada.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags