PUBLICIDADE
Fortaleza Esporte Clube
Noticia

Crispim comemora boa fase no Fortaleza, mas alerta: "Ninguém tem cadeira cativa"

Peça-chave nas bolas paradas do Leão e titular na ala esquerda, meia destaca boa campanha na Série A e projeta duelo contra RB Bragantino-SP

17:56 | 21/07/2021
Lucas Crispim já deu duas assistências para gols do Fortaleza na Série A (Foto: Aurelio Alves)
Lucas Crispim já deu duas assistências para gols do Fortaleza na Série A (Foto: Aurelio Alves)

Homem da bola parada e responsável por duas assistências para gol no Campeonato Brasileiro, o meia Lucas Crispim celebra o bom momento com a camisa do Fortaleza, analisa os motivos para a sequência de vitórias e a presença no G-4 da competição e alerta que nenhum jogador tem titularidade garantida na equipe de Juan Pablo Vojvoda.

Utilizado na ala esquerda pelo treinador argentino, o camisa 10 se firmou na posição e ganhou protagonismo nas participações diretas em gol a partir das cobranças de falta - seja para balançar as redes ou para servir os companheiros. Na Série A, já foram dois passes: um para Titi, na goleada sobre o Internacional-RS, e outro para Robson, na vitória sobre o São Paulo, no último sábado, 17. O jogador comemora a fase positiva, mas mantém os pés no chão.

"É um bom momento que eu venho vivendo, então estou muito feliz com isso. Não posso falar que é o meu auge, mas é, sim, claro, um dos melhores momentos com essa camisa. Venho trabalhando bastante para isso, para também não pecar defensivamente, que é um aspecto que a gente vem trabalhando bastante. Estou feliz, não só com a minha fase, mas, claro, com a fase que o Fortaleza vem vivendo, os jogos, os resultados, a classificação na tabela. A gente tem que pensar daí para melhor", afirmou.

"Eu busco dia após dia ser titular. Não é porque eu venho jogando que eu sou titular absoluto, que eu tenho cadeira cativa. Ninguém tem cadeira cativa no time, a gente tem que buscar isso dia após dia, ele (Vojvoda) passa isso para a gente, que o jogador se escala no treino e no jogo ele sustenta. A gente tem que buscar trabalhar para melhorar a cada dia e buscar sempre a nossa excelência", ponderou Crispim.

O desempenho do meia é um dos trunfos do Tricolor, que ocupa a terceira posição do Brasileirão, com 24 pontos, e emendou três vitórias nos últimos três compromissos. O jogador de 27 anos pondera que o fator psicológico é determinante para a boa campanha.

"O ganho da confiança. Automaticamente, ganhando os jogos, a confiança volta e é isso que está acontecendo bastante com o nosso elenco. Vários jogadores que vinham desacreditados por parte da torcida e da imprensa vêm demonstrando resultados, e isso só eleva ainda mais o nível do nosso time. A gente vem buscando isso diariamente para não pecar mais e seguir lá em cima na tabela", disse.

O Leão do Pici agora se prepara para confronto direto diante do RB Bragantino-SP, no próximo domingo, 25, às 16 horas, na Arena Castelão, pela 13ª rodada. O Massa Bruta tem a mesma pontuação, mas com uma vitória a menos.

"É um jogo muito estudado. Eles jogam quase da mesma forma que a gente em questão de intensidade, variações táticas, é um time novo, jovem, igual ao nosso, que vem brigando na parte de cima da tabela. Tem tudo para ser um grande jogo e, se Deus quiser, que a gente possa sair com esse triunfo", avaliou Lucas Crispim.