PUBLICIDADE
Fortaleza Esporte Clube
Noticia

Fortaleza é derrotado pelo Flamengo no Maracanã e perde invencibilidade na Série A

Com falhas defensivas em dois gols de Bruno Henrique, Leão do Pici perde por 2 a 1 para o Rubro-Negro e sofre primeira derrota no Brasileirão

20:54 | 23/06/2021
Atacante Bruno Henrique comemora gol no jogo Flamengo x Fortaleza, no Maracanã, pela Série A (Foto: Marcelo Cortes / Flamengo)
Atacante Bruno Henrique comemora gol no jogo Flamengo x Fortaleza, no Maracanã, pela Série A (Foto: Marcelo Cortes / Flamengo)

Em duelo movimentado e com três gols, o Fortaleza perdeu por 2 a 1 para o Flamengo-RJ, na noite desta quarta-feira, 23, no Maracanã, no Rio de Janeiro, pela sexta rodada do Campeonato Brasileiro, e sofreu a primeira derrota na atual edição da competição nacional.

Os gols rubro-negros foram marcados pelo atacante Bruno Henrique, em falhas da defesa tricolor, ambos no primeiro tempo. O time do Pici descontou nos primeiros instantes da segunda etapa, com David. Até o confronto em solo carioca, a equipe de Vojvoda somava três vitórias e dois empates e segue com 11 pontos.

Em novo compromisso fora de casa, o Leão voltará a campo diante do Grêmio-RS, no próximo domingo, 27, às 20 horas, na Arena do Grêmio, em Porto Alegre, pela sétima rodada do Brasileirão.

+ Brasileirão 2021: tabela de classificação atualizada da sexta rodada

O jogo

Para o confronto no Maracanã, o técnico Juan Pablo Vojvoda promoveu os retornos de Lucas Crispim e Wellington Paulista ao time titular. Já Rogério Ceni contou com a volta do atacante Pedro, recuperado de Covid-19. A primeira etapa foi movimentada, com domínio e muitas chances de gol do Flamengo-RJ.

Com postura ofensiva, os donos da casa pressionavam a saída de bola do Fortaleza e conseguiram criar perigo. Logo aos dois minutos, Felipe Alves errou passe na entrada da área, Pedro bloqueou o passe, Matheuzinho ajeitou para Vitinho, que experimentou arremate de longa distância por cima da meta.

O camisa 12 do Leão voltou a errar na saída de bola oito minutos depois, Pedro se antecipou a Titi e cruzou para Michael, que bateu cruzado e ganhou escanteio. Na cobrança, em lance ensaiado, Vitinho mandou para Matheuzinho na entrada da área, e o lateral-direito bateu de primeira para defesa do goleiro. Cinco minutos depois, Vitinho tentou chute da entrada da área por cima do gol.

Aos 20 minutos, o time carioca abriu caminho para o triunfo: após cruzamento da esquerda, Felipe dominou a bola na área e tentou sair jogando, mas foi desarmado por Bruno Henrique, que bateu rasteiro no contrapé de Felipe Alves e abriu o placar.

O Tricolor tentou reagir depois de sofrer o primeiro tento e teve duas oportunidades, mas não conseguiu converter e viu o adversário ampliar. Aos 27, David fez jogada pelo lado esquerdo e tocou para Matheus Vargas, que se desvencilhou de dois marcadores e chutou para defesa de Diego Alves. Dois minutos mais tarde, Michael partiu em velocidade em contra-ataque, tabelou com Bruno Henrique, saiu cara a cara com Felipe Alves e bateu à meia altura para intervenção do arqueiro.

O Fortaleza reapareceu no campo de ataque aos 32, quando David carregou a bola da intermediária pela ponta esquerda, cruzou rasteiro e Yago Pikachu experimentou chute forte, de primeira, no contrapé de Diego Alves e viu a bola sair com perigo à direita. Pedro, de cabeça, e Wellington Paulista, em chute de longa distância, também tentaram balançar as redes sem sucesso.

Na reta final da primeira etapa, o Flamengo-RJ mexeu outra vez no placar: aos 42 minutos, Matheuzinho roubou a bola no campo de defesa, e Pedro lançou Bruno Henrique, que carregou a bola, bateu, viu a bola desviar em Marcelo Benevenuto para trair Felipe Alves e morrer no fundo do gol.

Na volta do intervalo, o Leão do Pici assumiu nova postura, com duas mudanças - entradas de Ronald e Romarinho nos postos de Felipe e Matheus Vargas -, e conseguiu diminuir o placar logo nos primeiros segundos. Após bater o centro e rápida troca de passes, Éderson recebeu passe em profundidade no lado direito e cruzou rasteiro para David, que bateu colocado e firme para marcar.

Mais ofensivo, o Tricolor chegou novamente aos cinco minutos, em chute forte defendido por Diego Alves. O Rubro-Negro respondeu três minutos depois, quando Bruno Henrique partiu em velocidade pela direita, tentou fazer cruzamento, mas a bola foi direto para a meta e carimbou o travessão visitante. Aos 18, em novo lance de velocidade do camisa 27, e Vitinho recebeu na outra ponta para disparar chute forte defendido por Felipe Alves.

A equipe comandada por Rogério Ceni criou novo lance de perigo aos 23: em troca de passes de uma ponta à outra, Michael tocou na área para João Gomes, que cruzou, Gerson recebeu livre e bateu forte rasteiro para boa defesa do camisa 12 do Leão. Na sobra, Matheuzinho encheu o pé e Marcelo Benevenuto salvou em cima da linha. O Fortaleza respondeu aos 30, quando Tinga cobrou lateral direto para a área, Lucas Crispim recebeu livre e finalizou rasteiro, mas parou em Diego Alves.

A reta final do duelo foi marcada pelo equilíbrio, em ritmo intenso e poucas chances reais de gol. Vojvoda e Ceni lançaram mão de novas alterações para reforçar as táticas e renovar o fôlego. O Leão ainda teve a última oportunidade aos 47 minutos, quando Robson recebeu cruzamento na área e cabeceou para fora. O Rubro-Negro assegurou o 2 a 1 no placar e decretou o fim da invencibilidade do Tricolor.